X

NOTÍCIAS

Publicada em 25/02/2019 às 13:00 | Atualizada em 25/02/2019 às 13:42

Em discurso no Oscar, Serena Williams pode ter mandado indireta para a amiga Meghan Markle; entenda!

Enquanto falava sobre sonhos, a tenista mencionou a decisão de escolher entre a carreira e o amor

Da Redação

Montagem-The Grosby Group

Não é segredo que Meghan Markle e Serena Williams são muito amigas. Recentemente, por exemplo, a esposa do príncipe Harry fez um chá de bebê em Nova York e a atleta esteve na lista dos poucos convidados do evento! Por isso, conforme noticiado pela Marie Claire britânica, nesta segunda-feira, dia 25, não é de se estranhar as suspeitas de que o discurso que a atleta proferiu para falar do filme Nasce Uma Estrela na cerimônia do Oscar 2019 possa ter sido direcionado à Duquesa de Sussex.

Enquanto falava sobre as dificuldades de conseguir realizar sonhos, Serena mencionou a dor que vem acompanhada, muitas vezes, da decisão de ter que escolher entre a carreira profissional e o amor. Veja abaixo:

- Quando somos jovens, todos nós temos sonhos relacionados ao que podemos alcançar na vida. Ter o sonho é fácil; realizá-lo é difícil. Seja ele de se tornar um ator, um jogador de tênis ou um cantor, como a Ali em Nasce Uma Estrela. No filme nomeado à Melhor Direção, nós vemos, através dos olhos de Ali,  os altos e baixos de uma jornada pelo estrelato. Há a corrida da fama, a pressão pelo sucesso e a dor que vem acompanhada de sacrificar um amor por uma carreira, ou uma carreira por amor.

E o que a esposa do príncipe Harry tem a ver com esse discurso? O fato de que ela abriu mão de sua carreira e de seu papel em Suits, como uma das protagonistas, para se casar com o príncipe Harry!

Confira abaixo (em inglês) o discurso completo de Serena na premiação:


Será que isso foi mesmo um recado de uma amiga para a outra? 

Quer saber mais sobre o Oscar? Então confira a seguir momentos que, diferentemente do discurso da tenista, você não viu na telinha:


Segundo o site Deadline, foram dois os motivos de descontamento do diretor. Primeiro, por conta da escolha dos lugares da premiação. Spike imaginou que venceria a categoria mais importante da noite, já que havia sido colocado para sentar muito perto do palco. Já o segundo motivo é um pouco mais complicado, uma vez que, de acordo com ele, Green Book: o Guia não discute o racismo da melhor forma como seu filme, Infiltrado na Klan.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual acontecimento você estava mais ansioso para que acontecesse?

Obrigado! Seu voto foi enviado.