X

NOTÍCIAS

Publicada em 11/03/2019 às 13:53 | Atualizada em 11/03/2019 às 15:52

Maisa Silva chora ao falar dos pais e abre o jogo sobre comparações com Tatá Werneck: A gente não é parecida

Em coletiva de imprensa do Programa da Maisa, que estreia no sábado, dia 16, a apresentadora revelou sua grande inspiração e contou que irá receber Fernanda Souza

Da Redação

AgNews

Neste sábado, dia 16, Maisa Silva fará sua grande estreia como apresentadora de TV. A estrela teen do SBT, de apenas 16 anos de idade já possui 14 anos de carreira, irá comandar um talk show só seu, o Programa da Maisa, e segundo a própria, está do jeitinho dela. Em coletiva de imprensa sobre a atração, Maisa deu detalhes sobre o que os fãs podem esperar da nova aposta de Silvio Santos:

- Está do meu jeitinho! É a realização de um sonho, em momento inesperado. Ninguém espera apresentar um programa com 16 anos de idade. Minha vida é uma caixinha de surpresa e esse vai ser um desafio gigante. Quanto mais amor você tem por uma coisa, assim como eu tenho por isso, me deixa com mais responsabilidade, porque eu quero que seja perfeito, tenho que dar 100% de mim. Eu sou muito grata por tudo isso, disse ela animadíssima. 

Apesar da pouca idade, Maisa mostra que tem grande poder nas decisões de seus trabalhos. Além de afirmar que deu pitaco na escolha dos convidados, ela também garantiu que o programa será para todos:

- Como tenho horário à tarde no SBT, que é um um canal aberto, não teria por quê restringir a presença de certas pessoas no meu programa. Até porque o SBT sempre foi uma emissora para a família, e as famílias são diferentes, não são todas iguais. Temos uma ideia de família padrão, de mãe, pai, filho. Mas hoje em dia as famílias estão mudando e mostrando que onde há amor há família. Não quero proibir ou banir certas pessoas de virem ao programa. Quero que todo mundo sente aqui e tenha um papo legal. Quero que pessoas com opiniões diferentes venham aqui.

Carreira

A artista também descartou que a carreira de atriz seja deixada de lado por causa do talk show. Bem-humorada, ela explicou que consegue dar conta de todas suas funções, inclusive conciliar a escola com o trabalho:

- Não pretendo abrir mão, eu sempre consegui conciliar com as outras coisas. Eu não abri mão dos projetos no youtube, das campanhas publicitárias. Eu quero continuar, vou conciliar. É uma coisa que eu gosto muito. 

Sobre como consegue dar conta de compromissos profissionais que possui, Maisa é direta:

- É  uma incógnita eterna. Eu não tenho rotina, essa é uma questão na minha vida. Sou geminiana, eu amo. Não gosto das coisas sempre do mesmo jeito. Eu enjoo das coisas, cada dia tenho uma coisa diferente para fazer. O programa não vai ser gravado em um único dia, então não tem rotina.para conciliar, cada semana é uma agenda nova. É muito fácil porque eu estou acostumada a não ter rotina, mas é difícil porque eu não tenho muito tempo para fazer cada coisa, como estudar um dia inteiro pra uma prova.

Ela ainda descartou qualquer volta ao estúdio de música!

- Sobre a carreira de cantora, acabou! Esquece, está enterrada lá no fundo (risos).

Família

O sorriso só foi deixado de lado na hora em que Maisa falou sobre a família. A apresentadora foi às lágrimas ao falar sobre os pais, Celso e Gislaine. Segundo ela, eles gerenciam sua carreira melhor que qualquer empresário, já que nunca fizeram cobranças em relação ao trabalho:

- Muita gente pergunta: Você teve infância? Seus pais te colocaram pra trabalhar com 3 anos... Primeiro, eles não me colocaram pra trabalhar, eu entrei por livre espontânea vontade, porque eu quis.  Assim como as crianças tem sonho de ser astronauta, professor, bailarina.. eu via o programa do Raul Gil e eu queria estar lá. Eu era muito fã, achava o máximo. Comecei a pedir, insistir pros meus pais, só depois de um ano, eles me colocaram na TV e as coisas começaram a fluir, disse ela.

E continuou:

- Meus pais sempre me ensinaram de uma forma muito lúdica. Nunca foi mencionado trabalho, retorno financeiro, fama. Era só uma diversão, um dia que eu tirava para conhecer meus ídolos. Meus pais continuaram me acompanhando e sempre dizendo que não é para sempre. Hoje eu estou aqui, mas amanhã eu posso não estar mais. E eu sempre vou ser muito grata por tudo isso que aconteceu. Não existe pessoa melhor para cuidar da minha carreira que meus pais, é incrível. Se eu estiver doente, meus pais me levam imediatamente ao hospital. Empresário nenhum faria isso porque só querem saber do lucro. Meus pais não visam o lucro. 

Comparação com Tatá Werneck e Inspirações

Maisa também não fugiu de falar sobre os rumores de que seu programa será muito parecido com o Lady Night, apresentado por Tatá Werneck. Direta, ela frisou que não há como comparar as duas, já que ela não é humorista:

- Quando todo mundo soltou que eu ia ter um talk show, muita gente veio fazer essa comparação, mas pessoalmente, eu digo que a gente não tem nada a ver. Eu amo a Tatá, mas a gente não é parecida. Ela é muito rápida, ela é humorista, comediante profissional em fazer isso e eu não sou. Esse é o primeiro ponto que diferencia a gente. O lady night tem outra abordagem, ela é adulta, fala mais saliências, coisas mais picantes. E eu não sou assim, são projetos totalmente diferentes. Todo mundo gosta do Lady Night né, então se vocês estão comparando é porque já vai ser bom! Sendo sincera, eu não sou uma pessoa que gosta de constranger as pessoas, assim como a Tatá também não. Nunca tive essa impressão dela. Todo mundo dá risada, é genial, ela é perfeita. Eu não gosto quando constranjam a mim, quando você constrange uma pessoa é ainda pior, não quero fazer isso. Se eu fizer, as pessoas não vão querer sentar nesse sofá e com toda a razão.

Ela também descartou se inspirar em outros talks shows famosos na televisão brasileira. Para a apresentadora, seu programa tem mais a ver com Hebe Camargo, sua grande inspiração:

- Temos entrevistadores ótimos aqui no Brasil, que tornam os talk show mais divertidos. Tem Tatá Werneck, Danilo Gentili, Fábio Porchat, Jô....só que eu não sou da comédia, então vai ser difícil por esse ponto, não dá pra eu me inspirar neles. Eu acho que é mais Hebe, porque ela sempre entrevistou sem entrevistar, era mais um bate-papo, quero que seja assim no meu programa. Quero q as pessoas sejam acolhidas e não criar polemica.

Convidados

Na estreia, Maisa entregou que irá entrevistar Fernanda Souza e o humorista Matheus Ceará, de A Praça É Nossa:

- Ela é muito legal, ela é demais, é a Fernandinha! Vai, Fernandinha! Eu adoro a Fernanda Souza, ela é incrível, tipo icônica. Ela estava na minha lista que era uma das pessoas que eu queria muito entrevistar, que eu queria na minha estreia por alguns motivos. Primeiro, porque eu acho ela muito legal. Segundo, porque ela não tem muito pudor em falar as coisas, ela fala tudo, ela é que nem eu, é uma pessoa muito legal de entrevistar pelo fato de não dar aquelas respostas tipo Sim, não, não quero falar sobre isso. Ela é muito da hora, ela chama meus pais de tios.

Misteriosa, ela não quis entregar todos os convidados que estarão no talk show, no entanto, adiantou nomes como Carlinhos Maia, o jornalista Léo Dias e a cantora Gretchen, que já gravaram suas participações. Além disso, deu a entender que uma pessoa, conhecida no Brasil e no mundo todo, estará em seu programa - mas nega que seja Justin Bieber!

- Todo mundo pensa que é o Justin Bieber, mas sabe que não. Eu ia cair dura, não sei se estou preparada para isso. Eu tenho uma lista com umas 30 pessoas que eu sonho entrevistar. Tem uma pessoa que eu não posso falar ainda, alguém muito incrível, admirada no mundo inteiro! Quando soltar a entrevista vocês vão saber.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual nome você prefere para a filha de Tatá Werneck?

Obrigado! Seu voto foi enviado.