X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/04/2019 às 13:12 | Atualizada em 04/04/2019 às 13:50

Rodrigo Santoro fala sobre a fama: - Quando me pedem autógrafo até me emociono

O ator também falou sobre como cria a filha, Nina, na ponte aérea entre Los Angeles e Rio de Janeiro

Da Redação

Divulgação

O mais novo filme de Rodrigo Santoro, O Tradutor, estreou nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 4. No longa, ele vive um professor cubano de literatura russa que é convocado para traduzir o que as crianças soviéticas que estavam presas na ilha diziam - elas estavam lá para tratar a leucemia decorrente do acidente nuclear de Chernobyl, e toda a história é baseada em fatos reais. Para comemorar a estreia, o ator falou com o jornal O Globo sobre a fama, a vida entre a ponte aérea entre Los Angeles, nos Estados Unidos, e Rio de Janeiro e como a filha, Nina, lida com a situação. 

Rodrigo, que atualmente está filmando a terceira temporada de Westworld em Los Angeles, revelou que a fama não o impede de ir aos lugares. No entanto, ele sente que, com a internet e a tecnologia, a relação entre o ídolo e o fã não é mais tão íntima quanto era antes.

- Não deixo de ir aos lugares. Vou ao supermercado, não modifico minha rotina por causa da fama. Mas hoje em dia não existe mais autógrafo! Quando pedem eu até me emociono... Antes, a pessoa catava um papel, tinha uma troca, uma dedicatória, era uma coisa um pouco mais sentida. Agora, com o celular, é um pouco mais rápido!

O ator, que é pai de Nina, de seu casamento com Mel Fronckowiak, falou sobre como a menina lida com as constantes viagens da família:

A Nina nasceu no Rio e foi pros EUA com um mês e meio. Ela super se adapta a tudo, dá aula pra gente. Desde que ela chegou, mudou pra melhor! Estou encantado com a experiência que a gente está vivendo. De um modo geral, os pais têm uma tendência a projetar coisas nos filhos. Eu e Mel somos muito presentes, mas ao mesmo tempo, estamos deixando que ela exista. Tenho tentado abrir espaço pra conhecer quem ela é. E tô adorando conhecê-la!

Ele também contou que, embora grave muitos filmes nos Estados Unidos, sua residência principal ainda é no Rio de Janeiro, e que continua fazendo, também, filmes nacionais - o ator, inclusive, irá viver o Louco em Turma da Mônica: Laços!

Muita gente acha que moro nos EUA, mas eu fico lá por locação. Não sou cidadão americano nem tenho green card. Sempre tiro visto de trabalho, passo pelo mesmo processo burocrático a cada projeto. Atualmente, o que me segura mais tempo lá fora é Westworld, que em sua maioria é filmado em Los Angeles durante uns cinco ou seis meses. Aqui também tenho trabalho, vivo com minha família e amigos. Isso não mudou. Nossa filha vai acabar viajando com a gente, mas uma decisão que tomamos é que a gente vai ficar junto.

A seguir, confira os brasileiros que fizeram fama no exterior! 


Walter Salles é um dos cineastas brasileiros mais bem sucedidos no exterior. Depois de dirigir longas como Central do Brasil e Água Negra, ele ainda dirigiu Kristen Stewart, a estrela de Crepúsculo, em On The Road.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famoso você está gostando mais de acompanhar no Tik Tok?

Obrigado! Seu voto foi enviado.