X

NOTÍCIAS

Publicada em 08/05/2019 às 15:09 | Atualizada em 08/05/2019 às 15:22

Inquérito sobre morte de Caroline Bittencourt deve ser concluído nos próximos dias, segundo site

Áudios do dono da marina onde ficava o barco do marido da modelo mostram que casal sabia que tempestade estava chegando

Da Redação

Divulgação

O marido de Caroline Bittencourt foi indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, como você já viu aqui no ESTRELANDO. A modelo morreu após cair do barco em que estava - segundo Jorge Sestini, seu marido, disse em depoimento - durante uma tempestade que atingiu o litoral norte de São Paulo no domingo, dia 28 de abril.

O Jornal Nacional veiculou os áudios que teriam feito com que o delegado Vanderlei Pagliarini indiciasse Jorge, considerando negligência da parte dele, que dirigia o barco, já que o dono da marina onde a embarcação ficava avisou sobre as condições climáticas desfavoráveis. 

Nos áudios, é possível ouvir Lenildo [dono da marina] dizendo:

Fala Jorge, tudo bom? Dá uma olhadinha aí se puder se antecipar o tempo vai ficar feio. Já mandaram um alerta lá de Itanhaém. O canal por aqui, ali por trás da ilha, está ficando ruim, tem cliente nem conseguindo navegar ali. Então, fica esperto aí. Abraço.

Jorge então responde:

Valeu, Magrão! Valeu pela preocupação, cuidar da gente. Tranquilo, eu estou aqui no canal já, devo chegar aí umas 17h30 mais ou menos. Valeu!

A última mensagem de Lenildo, às 17h15 do domingo, não teve resposta, e dizia:

Fala Jorge, tudo bom? O negócio está feio, cara. O canal fechou, tá feio, e não tem previsão de terminar isso tão cedo. É bom você nem tentar atravessar o canal porque afundou barco no canal. Então, é melhor você pernoitar por aí mesmo e amanhã se o tempo tiver legal você sai mais cedo e vem embora. Porque hoje está feio o negócio. É melhor você ficar para vir amanhã, na hora que der uma melhorada. Me confirma aí, um abraço.

Ao JN, o delegado afirmou:

A polícia não vê de outra forma, é uma tragédia, mas que também traz responsabilidades criminais (...) É norma da Marinha a pessoa ingressou na embarcação, tem que estar portando e utilizando o colete salva-vidas.

Segundo o G1, a expectativa de Vanderlei é que o inquérito seja concluído nos próximos dias.



Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.