X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/07/2019 às 00:03 | Atualizada em 08/07/2019 às 16:43

Vocalista do Raça Negra comenta sucesso de música tema de Juliana Paes em novela e conta curiosidades sobre a banda

Em entrevista ao ESTRELANDO, Luiz Carlos ainda entregou a história por traz da música É Tarde Demais

Lygia Haydée

Montagem-Divulgação

Basta Maria da Paz, personagem de Juliana Paes na novela A Dona do Pedaço, ficar feliz na trama das nove da Globo para começar uma música que é sucesso desde os anos 90 e que ainda hoje faz todo mundo cantar: Cheia de Manias.

Se você duvida que a música seja todo esse sucesso, pare para pensar: certamente, apenas de ler o nome da canção do Raça Negra, você já completou a frase com toda dengosa, menina bonita, sabe que é gostosa. Isso mostra como a música tema da personagem é daquelas que todo mundo gosta!

Em conversa exclusiva com o ESTRELANDO, Luiz Carlos, vocalista da banda de pagode, contou o que acha de sua canção aparecer nos momentos felizes da boleira mais famosa das novelas. 

- Eu já tive várias músicas em novela, mas essa música foi especial porque é para deixar a pessoa bem, para tirar o estresse, é para jogar a pessoa para cima. Eu fiquei contente, porque quando a personagem está feliz, ela aparece. Porque às vezes ela tem momento mais para baixo, mas quando ela está feliz, escuta Raça Negra.

Com o novo projeto Deezer Sessions Raça Negra, a banda refez o arranjo de seis de suas principais canções, que agora estão mais modernas e com nova roupagem:

- Quando eu gravei essas músicas ainda era tudo meio precário. A tecnologia hoje é muito maior. A gente pensou em se modernizar, principalmente porque se a gente não tivesse feito isso nós não teríamos 35 anos de carreira. 

A música tema de Ju Paes, inclusive, foi uma das que ganhou nova versão:

- Cheia de Manias, quando foi gravada, em 1992, era bem diferente. Hoje ela está com um andamento mais rápido. E colocamos metais, porque antes não tinha. Antes eram piano e metais falsos. Nós não tínhamos acesso a metais, apenas as grandes orquestras tinham. Hoje não, qualquer jovem já tem acesso a isso.

Ao falar sobre como ele encara as dificuldades da vida - e se tem alguma trilha sonora específica para isso -, Luiz Carlos ainda entrega a história que tem por traz de um dos maiores sucessos da banda:

- [Quando eu tenho uma dificuldade] eu não escuto nenhuma música, eu faço. Assim eu sofro menos. 95% das as músicas da história do Raça Negra são minhas. Todas têm algum motivo. Ou são histórias que aconteceram comigo ou que me contaram. Até brincam na banda e me chamam de fofoqueiro, porque se eles me contam algo que estão passando em casa, eu vou lá e escrevo. É Tarde Demais foi a história de um amigo que não poderia ter filhos. Ele contou isso para a mulher, e ela saiu da vida dele porque queria ter filho. Ela casou de novo, teve dois filhos e depois de oito anos pediu para voltar, porque o grande amor da vida dela era ele. Ele peguntou para mim o que eu achava da história e eu disse que não poderia me meter nisso. Então ele disse: É tarde demais. Eu não sosseguei enquanto não fiz a música. De noite, fui dormir com a frase na cabeça. Escrevi e foi o sucesso que foi. Um divisor de águas para o Raça Negra. Antes a gente era conhecido em todo o Brasil, mas depois disso ficamos conhecidos em outros lugares, como na Europa.  

Aproveite e confira um trechinho de É Tarde Demais, a seguir:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Luiz Carlos (@luizcarlos) em

E se você é fã da banda, aí vai uma boa notícia: os rapazes do Raça Negra também lançaram uma nova música junto desse novo projeto. E Luiz Carlos fala sobre a novidade:

- Você Quer um Negro Lindo é uma tiração de sarro. É uma brincadeira, um dengo. As pessoas se chamam assim. A mulher chama o namorado de meu nego, mesmo quando ele é branco. E eu cantando também me acho um negro lindo, finaliza, aos risos. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual nome você prefere para a filha de Tatá Werneck?

Obrigado! Seu voto foi enviado.