X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/07/2019 às 10:45 | Atualizada em 16/07/2019 às 10:51

Após ir à delegacia, Paolla Oliveira desabafa: Foi muito violento mesmo não sendo eu naquele vídeo

Atriz registrou ocorrência sobre vídeo de sexo falsamente atribuído a ela

Da Redação

Divulgação

Como você viu no ESTRELANDO, Paolla Oliveira esteve na última segunda-feira, dia 15, na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, na Cidade da Polícia, na zona norte do Rio de Janeiro. A atriz registrou um boletim de ocorrência contra a divulgação de um vídeo de sexo falsamente atribuído à ela. Após comparecer ao local acompanhada por seus advogados, a beldade, que está no ar na novela A Dona do Pedaço, usou o Instagram, para falar sobre o assunto.

Em tom de desabafo, Paolla ainda incentivou os seguidores a denunciarem à polícia caso sejam vítimas de algum crime parecido: 

Estive hoje na delegacia para cumprir um dever cívico, não só por mim, mas também por todas as mulheres que, diferente do meu caso, realmente tiveram sua intimidade exposta. Tomei conhecimento de que assim como eu, dezenas de pessoas procuram a delegacia de crimes virtuais todos os dias, em sua grande maioria são mulheres que sofreram ofensas e ameaças de todos os tipos. NÃO SE CALEM. DENUNCIEM!!!Maior do que a vergonha de se ver exposta é a importância de não deixar esses crimes impunes. MENINAS, MULHERES, PESSOAS DE TODOS OS TIPOS, PROTEJAM-SE, escreveu ela.

Mais uma vez, Paolla frisou que não é a mulher que aparece no vídeo, mas que mesmo assim foi doloroso ter seu nome envolvido na publicação:

Infelizmente, na era digital um simples celular acaba com a intimidade de pessoas públicas e anônimas. Foi muito VIOLENTO mesmo NÃO SENDO EU naquele vídeo, fico imaginando a dor de quem é realmente vítima de pornografia de vingança ou qualquer tipo de exposição da sua intimidade. A internet não se apaga. Cuidem-se. Nossa privacidade é um bem muito valioso pra entregar nas mãos de outras pessoas. Deixo aqui meu agradecimento especial a DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes da Internet).

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o delegado responsável pelo caso, Pablo Sartori, afirmou que a polícia vai atrás do homem que narra ao fundo do vídeo apontando Paolla como sendo a mulher que aparece na filmagem. O autor do crime pode pegar até um ano de prisão e quem compartilhou o vídeo também pode ser punido.

- Com o depoimento e material que a polícia tem, a instauração de inquérito, quebra de sigilo policial, nós partimos para identificação dos autores e a pena pode chegar até um ano de prisão. A polícia sempre descobre e leva à Justiça os autores dos fatos. Todos os que propagam e replicam o vídeo respondem pelo crime da mesma forma, explicou o delegado. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famoso você está gostando mais de acompanhar no Tik Tok?

Obrigado! Seu voto foi enviado.