X

NOTÍCIAS

Publicada em 20/09/2019 às 14:33 | Atualizada em 20/09/2019 às 15:00

Bruno Gagliasso está sendo processado por ex-funcionário e não vai a audiência

O ator é sócio de uma plataforma que desenvolve aplicativos de mobilidade e transporte

Da Redação

Divulgação

Bruno Gagliasso está sendo processador por um ex-funcionário. Ricardo Pedrosa Cruado trabalhou na Brave, startup que desenvolve aplicativos de mobilidade e transporte, da qual Gagliasso é sócio, e agora pede benefícios que teria se fosse contratado no regime de Consolidação das Leis do Trabalho, CLT, já que prestava serviços como Pessoa Jurídica.

O ex-funcionário luta por benefícios como décimo terceiro salário, adicional de férias e rescisão contratual.

Confrontado com o processo, Gagliasso não compareceu à audiência dia 12 de setembro de 2019.

A 48ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro deu um prazo para que Bruno acertasse sua representação, ou seja, o processo continua. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual menininha nasce primeiro: a filha de Tatá Werneck ou de Fernanda Lima?

Obrigado! Seu voto foi enviado.