X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/10/2019 às 12:20 | Atualizada em 04/10/2019 às 14:23

Fernanda Montenegro celebra seus 90 anos de idade e declara: - Sorte de não estar gagá

Durante o programa Conversa com Bial, a atriz falou sobre seu livro de memórias, Prólogo, ato, epílogo, lançado no dia 20 de setembro

Da Redação

Divulgação-Rede Globo

Fernanda Montenegro comemora 90 anos de idade este mês e, na última quinta-feira, dia 3, relembrou sua trajetória ao falar sobre seu livro de memórias, Prólogo, Ato, Epílogo, durante o Conversa com Bial. A obra, lançada no dia 20 de setembro, é fruto de 18 entrevistas que foram transcritas e editadas pela biografa Marta Goés, que também estava presente durante a conversa.

- Todo dia que eu chegava na casa dela, a mesa estava recheada de fotografias da vida toda que ela revirava e aquilo já ia provocando as lembranças, contou Marta, afirmando que todo o processo de construção do livro durou cerca de 45 horas.

- Eu herdei essa sorte de não estar gagá, sintetizou Fernanda.

A atriz, que vive Dulce em A Dona do Pedaço, conta que sua primeira motivação para escrever foram os netos. 

- Eu tive filhos tarde, meus filhos tiveram filhos tarde e vai se perdendo de onde viemos, e esse país crava na gente a brasilidade, desabafou Fernanda, que ressaltou muito seus antepassados no livro.

Durante conversa com Pedro Bial, imagens incríveis de arquivo foram mostradas. Dentre os registros raros, Fernanda relembrou a dificuldade financeira que passou com o marido, Fernando Torres, logo após o nascimento de sua filha, Fernanda Torres, em 1965. Segundo ela, a peça A mulher de todos nós, clássico do teatro francês do século 19, e que foi adaptada por Millôr Fernandes, foi a responsável por resolver os problemas do casal.

- Essa peça nos salvou da nossa desgraça econômica.

Ao falar sobre seu marido, morto em 2008, ela declarou:

- O Fernando é o responsável pela minha aceitação, na felicidade, diante da minha vocação de atriz. Nunca tive dele nenhum impedimento, nada. Se tinha ciúme, eu não percebia. Se tinha inveja, eu não percebia. Era um companheiro vocacionado, dessa maneira, até mais do que eu.

Bial indagou se a parceria artística atrapalhava ou ajudava.

- Tudo é uma arte. A vida é um projeto em comum. Pode ser num palco mas pode ser em outras áreas do ser humano. Se você não tem essa parceria além do dito amor, o amor não vai existir.

Por fim, a atriz também falou sobre seu nome de batismo, Arlette Pinheiro Esteves da Silva Torres. Questionada se é chamada por alguém assim, ela revelou que apenas usa Arlette.

- Ela é uma sobrevivente.  

A seguir, relembre a trajetória profissional da atriz!


O último trabalho de Fernanda na televisão foi uma rápida aparição na novela A Dona do Pedaço, de 2019, em que interpretou Dulce, a matriarca da família Ramirez e avó da protagonista Maria da Paz, vivida por Juliana Paes. Ela tem mesmo uma carreira impressionante, né?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual curiosidade sobre a Rainha Elizabeth II você achou mais diferente?

Obrigado! Seu voto foi enviado.