X

NOTÍCIAS

Publicada em 05/11/2019 às 11:17 | Atualizada em 05/11/2019 às 12:43

Após sofrer overdose, Demi Lovato dá a sua primeira entrevista em 2019 e admite: - Estou cansada de fingir que não sou um ser humano

A cantora participou do evento Teen Vogue Summit e revelou que lançará mais músicas em breve

Da Redação

Divulgação

Demi Lovato participou de um evento muito especial no último domingo, dia 3. A cantora marcou presença no Teen Vogue Summit 2019 e deu a sua primeira entrevista em 2019. Além disso, essa foi a primeira vez que Demi falou publicamente após ter sofrido uma overdose em agosto de 2018. Bem importante, né?

Em um bate-papo com a editora-chefe da revista Teen Vogue, Lindsay Peoples Wagner, Demi admitiu que está em um processo de reconhecer e amar a si mesma, ao invés de tentar mudar alguma característica para se encaixar em algum molde específico.

Eu acho que foi um ano muito introspectivo para mim. Eu aprendi muito, passei por muita coisa. Ouvimos o termo body positive [valorização positiva do corpo] o tempo todo. Para ser sincera, nem sempre me sinto positiva em relação ao meu corpo. Às vezes não gosto do que vejo. Mas eu também não minto para mim mesma. Eu costumava me olhar no espelho se estava tendo um dia ruim com o meu corpo e dizer Eu amo meu corpo, você é linda e maravilhosamente feita. Mas não acreditava. Não preciso mentir para mim mesma e dizer a mim mesma que tenho um corpo incrível. Tudo o que tenho a dizer é Sou saudável. Nessa declaração, expresso gratidão. Sou grata pela minha força e pelas coisas que posso fazer com meu corpo. Estou dizendo que sou saudável e aceito o meu corpo hoje sem mudar nada.

A artista ainda falou sobre a sua relação conturbada com a comida e com os exercícios físicos.

Por muitos anos, lidei com um distúrbio alimentar. O que eu nunca fui sincera comigo mesma era que, sempre que eu estava na academia, fazia isso de maneira extrema doentia. Acho que foi isso que me levou a um caminho mais sombrio - eu ainda estava envolvida nesses comportamentos. Foi por isso que não fui na academia no mês de outubro, por abraçar meu corpo como ele é naturalmente.

E essa postura não se limita apenas ao corpo de Demi. A cantora contou que também está aprendendo a amar a sua personalidade.

Nos últimos cinco anos, aprendi que a vida não vale a pena, a menos que você esteja vivendo por si mesmo. Se você está tentando ser alguém que não é, ou está tentando agradar outras pessoas, isso não vai funcionar a longo prazo. Se você quiser pintar seu cabelo de roxo, pinte o cabelo roxo. Se você quer amar alguém do mesmo sexo, ame alguém do mesmo sexo. Seja você mesmo e não tenha medo do que as pessoas pensam.

Ela aproveitou para fazer um desabafo sobre as críticas que recebe nas redes sociais.

O que as pessoas não percebem é que sou uma pessoa extremamente sensível. Quando alguém diz algo mau sobre mim ou zomba de mim, tenho um bom senso de humor. Mas quando é um assunto muito sério, pode ser prejudicial. Mesmo se você tiver uma conta como SouFãdaDemi, e você deixa um comentário que diz: Você se parece com Lorde Farquaad [personagem da animação Shrek] com esse cabelo, eu fico tipo Caramba, isso é uma m***a. Estou tão cansada de fingir que não sou um ser humano. Quando você diz alguma coisa, isso me afeta. Eu tento não olhar, mas eu vejo.

Para a alegria dos fãs, Demi revelou que lançará mais músicas em breve.

Eu tenho músicas novas chegando. Eu não direi quando - agora estou apenas brincando com você. É importante lembrar que desta vez estou muito cautelosa em voltar a mergulhar nas coisas. Eu realmente decidi tomar meu tempo. Quando for a hora certa, eu colocarei isso para o mundo. Estou morrendo de vontade de lançar novas músicas... mas tudo no devido tempo.

Felizmente, apesar de tudo, a cantora se sente mais confiante do que nunca.

O que vejo no espelho é alguém que venceu muito. Eu já passei por muita coisa e realmente vejo uma lutadora. Não vejo uma vencedora de um campeonato, mas vejo uma lutadora e alguém que continuará lutando, não importa o que aconteça. Agora tenho muita confiança porque disse as coisas em que acredito. Sei que posso ser eu mesma no primeiro encontro com alguém, em uma conversa com alguém. É o que vejo quando olho no espelho - uma mulher forte.

Falou tudo, não é? Assista à entrevista completa abaixo - em inglês:


A seguir, veja os famosos que já falaram sobre inseguranças com o próprio corpo:


Ao postar uma foto sua revelando seu corpo real, Samara Felippo postou um texto explicando o que não gostava em si mesma, antes de se aceitar de uma vez por todas: Comecei na TV aos 18 anos, a vida TODA lutei contra a balança, tomei remédios, tive efeito sanfona, fiz todas as dietas, entrei e saí de academia, sofria quando minha imagem na TV parecia fora do padrão, quando um diretor me pedia para emagrecer sem qualquer propósito, apenas para ficar melhor no vídeo. Sofri quando aos 15 anos fui rejeitada de uma agência de modelos por ter o quadril largo demais. E olha que eu nunca fui gorda, mas já me achei enorme diversas vezes e sofria com isso. Fiz lipo em lugares do meu corpo que odiava (aos 26 anos). Hoje, ela se aceita do jeito que é e honra a pancinha, como ela mesma chama sua barriga!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que o affair de Grazi Massafera e Caio Castro vai virar namoro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.