X

NOTÍCIAS

Publicada em 09/01/2020 às 11:42 | Atualizada em 09/01/2020 às 12:33

Brad Pitt faz declaração polêmica sobre Quentin Tarantino durante premiação, veja!

Os dois trabalharam juntos no filme Era uma Vez em... Hollywood

Da Redação

The Grosby Group

A plateia do New York Film Critics, Associação de Críticos de Nova Iorque, se surpreendeu na última terça-feira, dia 7, ao ver Brad Pitt subir ao palco para apresentar o prêmio de melhor roteiro a Quentin Tarantino, diretor e roteirista de Era uma Vez em... Hollywood.

De acordo com o site Page Six, o ator de 56 anos de idade encantou com seu discurso, no qual descreveu o vencedor do Oscar como muito detalhista.

- Ele é o único cara que conheço que precisa de cocaína para parar de falar.

Pitt ainda agradeceu a compreensão de Tarantino, que sempre tentou acrescentar suas ideias ou comentários aos roteiros. Por fim, concluiu o discurso descrevendo o diretor de Pulp Fiction como tendo um coração muito bom.

Tarantino também foi homenageado na última quarta-feira, dia 8, durante a premiação anual da National Board of Review. De acordo com o Daily Mail, ele recebeu o prêmio de Melhor Diretor pelo trabalho em Era Uma Vez em… Hollywood e quem lhe entregou a estatueta foi ninguém mais, ninguém menos, que Uma Thurman.

Para quem não sabe, em fevereiro de 2018 veio a público uma entrevista da atriz para o jornal The New York Times em que a atriz revelou estar muito chateada com o diretor e amigo por tê-la forçado a dirigir sem cinto durante uma cena de Kill Bill: Volume 2. Durante as filmagens, ela sofreu um acidente e ficou com lesões nas costas e na cabeça.

Ao revelar o grave acontecimento, Thurman disse que o produtor do filme, o empresário Harvey Weinstein, e sua produtora tentaram esconder a gravidade do incidente. Pouco tempo depois da revelação da atriz, Tarantino deu uma entrevista para a BBC na qual lamentou o ocorrido.

- Mais uma vez, esse é um dos maiores arrependimentos da minha vida. Como diretor, você aprende coisas e, às vezes, você as aprende com erros horrorosos.

A publicação ainda afirma que pessoas presentes no evento disseram que Tarantino e Thurman interagiram como se não houvesse nenhuma tensão entre eles. Posteriormente, eles ainda posaram para fotos na saída do evento. 

Vale lembrar que as carreiras de ambos despontaram em Hollywood após trabalharem juntos em Pulp Fiction, produção que rendeu uma indicação ao Oscar à atriz e a estatueta de Melhor Roteiro Original para o cineasta em 1995.

A seguir, saiba tudo o que rolou no Globo de Ouro 2020!


Por fim, o maior prêmio da noite, de Melhor Filme de Drama ficou com 1917. Sam Mendes voltou ao palco e, emocionado, pediu para que as pessoas assistissem ao filme no cinema, mesmo que ele não tenha grandes estrelas de Hollywood envolvidas. E aí, gostou do resultado?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da mudança de Adele nos últimos meses?

Obrigado! Seu voto foi enviado.