X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/01/2020 às 12:04 | Atualizada em 16/01/2020 às 12:04

Sabrina Sato se arrepende de ter desfilado no Carnaval 2019, dois meses após dar à luz: - Eu fui louca de aceitar

Ela ainda explicou a importância de ter uma rede de apoio quando se é mãe

Da Redação

Divulgação

Sabrina Sato marcou presença no Saia Justa, programa do GNT, e abriu o jogo sobre alguns questões da maternidade. A apresentadora é mãe de Zoe, de um ano de idade, fruto de seu relacionamento com Duda Nagle. Algo que chamou a atenção durante a conversa com Astrid Fontenelle, Pitty e Gaby Amarantos, é que a beldade se arrepende de ter desfilado no Carnaval de 2019, quando havia dado à luz sua filha dois meses antes.

Primeiro, ela abriu o jogo sobre a questão de estética:

- Quando eu acabei de ter a Zoe eu fui inventar de ir pro Carnaval. E aí ela estava com dois meses, quando eu inventei de ir sambar. E muitas pessoas me falavam: então você vai de meia-calça, né, você acabou de ser mãe, tá cheia de celulite. E eu falei: eu não, por que eu tenho que colocar meia-calça? Mas tem essa pressão, de que a gente tem que estar sem as nossas marcas.

Ela ainda continua:

- Eu fui louca de aceitar, já assumi essa responsabilidade, se desse para voltar atrás eu não ia. Eu passei por uma cesariana que não foi fácil (...) eu estava fragilizada mesmo e aceitei esse desafio. Eu cheguei com a minha equipe - porque eu sou privilegiada, eu tenho uma equipe -, virei para o meu personal trainer e falei: se eu conseguir atravessar essa avenida sem desmaiar já ia ser ótimo. O meu corpo tinha passado por uma transformação. Ele falou: Sabrina, as pessoas não querem te ver com a bunda lá para o alto, toda empinada. Elas querem ver você mãe. (...) Eu não me violei para ficar com o corpo duro. 

Sabrina ainda deu mais detalhes sobre a personalidade de Zoe:

- Minha mãe fala: Sabrina, como você tem sorte, porque ela é muito boazinha. Então eu acho que isso facilitou demais a minha vida. Vocês acreditam que, ela tá com um ano, nem febre ela teve. Eu já arrastei ela pro Carnaval, já arrastei essa menina para todos os lados. Ela tem bom humor, ela come direito, dorme direito. Ela é um anjo. Então isso ajuda muito, porque eu recebo amigas em casa, todas com bebês, e eu já vi bebê gritando sem parar, chorando sem parar.

Porém, nem tudo foram flores, logo após o nascimento da pequena:

- No terceiro dia eu lembro de ainda estar na maternidade, porque eu não queria ir embora também, do nada estava o Duda lá com a minha sogra e a Zoe, e eu assim no quarto. Eu comecei a chorar e eu não conseguia parar de chorar mais. E nada me fazia parar de chorar. E aí eu fiquei assim uns três dias. Eu fui para casa chorando e aí depois eu fui melhorando. É aquela queda de hormônio, quando o leite desce. Eu fiquei aqueles primeiros 40 dias assim, sem querer ver ninguém. Todo mundo querendo me visitar, querendo ver a Zoe... e eu só queria ficar com ela. Eu parecia um bicho, com outro bichinho. 

Por fim, ela ainda explicou a importância de ter alguém para ajudar:

- A minha mãe foi tudo para mim. A gente é privilegiada porque quando você tem uma mãe, uma rede de apoio, quando você tem uma babá ou quando você tem uma amiga... rede de apoio é fundamental nesse momento. Então eu sempre fico pensando naquelas mães, naquelas mulheres, que não têm ninguém. No Instagram quando me perguntavam eu mandava: chama a sua vizinha para te ajudar, chama uma amiga. Não tenha vergonha de pedir ajuda! Uma mãe não pode ter vergonha de pedir ajuda, porque não é fácil. Você fica esgotada e não sobra tempo para você. Independente, mesmo você tendo uma estrutura, você se sente esgotada. É normal. E a gente fica falando: não se culpe. Mas a gente se sente culpada. 

Logo abaixo, relembre mais famosas que mandaram a real sobre a maternidade:


Bela Gil já declarou em seu canal no YouTube e nas redes sociais que se pudesse ficaria grávida sempre, mas a apresentadora quer passar longe de qualquer rótulo em relação à maternidade ou qualquer outro assunto que diz respeito à ela. Por isso, tenta desmistificar a escolha de algumas mulheres pelo parto natural e até mesmo por comerem a própria placenta após darem à luz. Sempre alvo de polêmicas, Bela já até lançou um livro em que fala sobre as experiências como mãe de Flor e Nino e faz questão de compartilhar suas escolhas e estilo de vida independente dos julgamentos na internet.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa mais te surpreendeu ao ter seu nome envolvido na polêmica de Arthur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.