X

NOTÍCIAS

Publicada em 11/06/2020 às 11:23 | Atualizada em 11/06/2020 às 11:40

Mãe da filha de Japinha, do CPM22, diz que ele nunca foi um bom pai: Jamais assumiu publicamente

Nicole Kajihara é mãe de uma menina de dez anos de idade, fruto da relação com o baterista do CPM22

Da Redação

Montagem-Divulgação

Como você viu no ESTRELANDO, o baterista do CPM22, Ricardo Di Roberto, mais conhecido como Japinha, virou alvo de polêmica após ter um diálogo de 2012 divulgado no Twitter, em que ele conversa com uma menina que dizia ter 16 anos de idade sobre assuntos como namoro e virgindade. Na época, ele tinha 38 anos.

Não demorou até que o CPM22 se pronunciasse, anunciando na última quarta-feira, dia 10, o afastamento do baterista da banda. O anúncio aconteceu no mesmo dia em que o baixista, Fernando Sanches, revelou por meio de suas redes sociais que estava deixando a banda sem muitas explicações. A atitude fez com que alguns fãs especulassem sobre uma suposta racha na banda por conta da polêmica com Japinha.

Além disso, ainda na quarta-feira, dia 10, a mãe da filha de Japinha decidiu se pronunciar sobre os recentes acontecimentos. Em seu Instagram, Nicole Kajihara disse que resolveu expor sua história após uma entrevista que o músico deu para um site, em que teria citado que tem uma filha e que o fez, segundo ela, para tentar limpar sua imagem.

Continuaria sem me pronunciar, mas devido aos acontecimentos dos últimos dias envolvendo um comportamento que eu, mulher e mãe independente, repugno, e a entrevista de Ricardo, quando resolveu magicamente tornar pública a paternidade, tenho lido muitas histórias desconexas e inverdades a meu respeito e a respeito da minha filha. Minha filha está crescida e já começa a ter contato com a mídia, notícias, fofocas, penso que pode até começar a ter contato com haters, então, após muito refletir, resolvi me posicionar para esclarecer qualquer fato a nós relacionado, começou Nicole.

Ela contou que conheceu Japinha em 2007 no meio artístico, já que é maquiadora, e que os dois tiveram um relacionamento por três anos, nunca assumido publicamente por ele. 

Vou apenas pontuar que lidei com muita pressão psicológica depois que engravidei, afirmou. Nicole também falou que Japinha também nunca assumiu a filha publicamente e que a família dele demorou para tomar conhecimento de que o baterista era pai. 

E agora, numa tentativa clara de tentar limpar sua imagem, abalada por uma situação que nada tem a ver comigo ou com minha filha, que dizem respeito apenas a ele, agora resolveu ser pai, publicamente, de uma menina. Mesmo sob o meu pedido de não envolvê-la nessa situação. Já que passou toda a vida escondendo, que não a expusesse agora. Não vou admitir que ninguém use a minha filha para se promover ou tentar purificar sua imagem em meio a esse turbilhão de informações pesadas. Pegar a cada 15 dias, ficar por algumas horinhas (tirar fotos pra ter como provar que é presente sim na vida da criança) e contribuir financeiramente não faz de ninguém um bom pai, desabafou.

A maquiadora ainda disse que educou Sophia sem a participação de Japinha e que sempre foi discreta sobre a relação deles, mas que agora resolveu se pronunciar por ver que a filha foi exposta. 

Ser pai é educar, ser pai é realmente participar. Algo que eu fiz sozinha até hoje. Nossa relação nunca foi fácil, mas em respeito a nossa filha, nunca fui à mídia muito menos expus em nenhuma rede social.bSe nunca foi capaz de falar sobre ela antes, não será agora, por conveniência que irei permitir. Convença as pessoas da sua good vibe por outras características, não pela paternidade. Porque pai, pai mesmo, você não é, completou.

A seguir, relembre, em 31 fotos, os famosos que foram acusados de assédio.


John Lasseter, chefe de animação da Disney e da Pixar, que dirigiu grandes filmes como Toy Story, Carros e Vida de Inseto, anunciou para seus funcionários o afastamento de seu cargo após o The Hollywood Reporter reunir uma série de acusações de má conduta. O site norte-americano relatou que fontes informaram que John era conhecido por agarrar, beijar e fazer comentários sobre aparência física. A atriz Rashida Jones e seu parceiro Will McCormack teriam até desistido de escrever o roteiro de Toy Story 4, por causa do assédio de Lasseter. Em comunicado interno, ele não fala sobre o assédio, mas pede desculpas se alguém se sentiu desrespeitado ou desconfortável por causa de conversas dolorosas e erros que ele cometeu durante a carreira. Recentemente tive diversas conversas que foram muito dolorosas para mim. Nunca é fácil assumir erros, mas é a única forma de aprender. Como resultado, tenho pensado muito no líder que sou hoje comparado ao mentor, defensor e exemplo que quero ser. Foi me dito que fiz alguns de vocês se sentirem desrespeitados e constrangidos. Essa nunca foi a minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e me desculpo profundamente se os decepcionei. Quero me desculpar especialmente com qualquer um que tenha recebido um abraço indesejado ou qualquer gesto, de qualquer forma ou maneira, que pareça inapropriado. Não importa o quão benigna tenha sido minha intenção, todos tem o direito de estabelecer os próprios limites e tê-los respeitados, disse em comunicado. Lasseter ainda continuou e afirmou que irá se afastar do cargo por causa das acusações: Por mais difícil que seja para mim me afastar de um trabalho que amo e de um time que tenho em alta consideração, não apenas como artistas, mas como pessoas, sei que isso é o melhor para todos agora. Minha esperança é que esses seis meses sabáticos sejam a oportunidade de me cuidar melhor, recarregar e me inspirar, voltando com discernimento e perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha que mais vai rolar dentro do Ilha Record?

Obrigado! Seu voto foi enviado.