X

NOTÍCIAS

Publicada em 14/06/2020 às 12:13 | Atualizada em 14/06/2020 às 12:35

Tiago Iorc responde Ana, do Anavitória, e empresário do duo rebate: Não as subestime; saiba mais!

O cantor publicou um IGTV para contar o seu lado da história

Da Redação

Monatgem-Divulgação

Ana Caetano, do Anavitória, como você pode acompanhar aqui no ESTRELANDO, externalizou a sua tristeza com o fato de Tiago Iorc estar impedindo que a música Trevo seja regravada para um novo projeto que está sendo realizado pelo duo. Em resposta, no último sábado, dia 13, o cantor postou um IGTV em seu Instagram para contar a sua versão da história. Tiago contou:

Bom dia para você que está sendo cancelado na internet em pleno sábado! Mas vamos falar sério, porque o assunto é sério. É o seguinte, ontem à noite, as meninas do Anavitória se pronunciaram durante a live delas fazendo um apelo para liberação do direito autoral da música Trevo da qual eu também sou autor. Bom, primeiramente, queria deixar claro que isso deveria ser um assunto privado e que eu me sinto extremamente desconfortável e até sem jeito de ter que me manifestar publicamente em relação a isso, principalmente nesse momento tão delicado que a gente está vivendo e eu acho extremamente desnecessário. Enfim, me vi no direito de dar uma resposta e na necessidade de abrir o lado de cá para que vocês possam ter um pouquinho mais de informação.

Iorc, então, revelou que a briga, supostamente, aconteceria entre e ele e o empresário da dupla, Felipe Simas:

Meninas, Ana, eu entendo o teu sentimento e eu, provavelmente, me sentiria da mesma forma com isso que está acontecendo, se eu não soubesse o que tá acontecendo por trás de tudo isso. Me parece, fica evidente nessa tua atitude impensada de tornar isso público, você realmente da missa não sabe a metade. O escritório que gerencia a carreira de vocês, que é o escritório com o qual eu trabalhava, não trabalho mais, ele vem repetidamente sabotando meu trabalho, agindo de má fé para me prejudicar, causando até danos financeiros. Em relação à tua manifestação: eu tô contigo. Acho que existe sim essa dor de querer que sua música vá para o mundo, mas, também, é um pouco contraditório, porque, de fato, a música é para as pessoas, mas lei do direito autoral existe justamente para proteger os autores. Então, eu tenho certeza que em nenhum momento da tua vida artística você abriu mão disso, porque você sabe o valor que isso tem na sua vida.

Ao final do vídeo, o cantor afirmou que estava torcendo pelo projeto de Anavitória, mas que precisava rever alguns de seus direitos:

Em relação a liberação dessa música, pode ficar tranquila que eu não tenho o intuito de prejudicar vocês nem a música. Eu só estou revendo o meu direito e muita coisa precisa ser esclarecida em relação ao escritório de vocês antes que isso possa existir. Eu tenho certeza que vai existir, no momento adequado, que as coisas vão ficar entendidas frente a realidade de tudo que está acontecendo e respeitando o direito de todo mundo.

Após o pronunciamento de Tiago Iorc, foi a vez do empresário Felipe Simas dar a sua versão, por meio de Stories no Instagram, de toda a confusão e afirmar que as meninas estavam a par de toda a situação, diferente do que alegava o músico:

Considero gravíssima a acusação pública de Tiago Iorc em relação a uma eventual sabotagem minha na sua carreira. Assuntos assim devem ser tratados na justiça; A censura que Tiago Iorc fez ao lançamento de uma versão ao vivo da música Trevo é um fato. Ele diz que isso deveria ser um assunto privado, mas, curiosamente, se nega a dialogar com Ana e Vitória há mais de dois anos; As questões profissionais de Tiago Iorc comigo não deveriam servir de motivação para ele prejudicar o trabalho de Anavitória. Censurar um artista a interpretar sua própria música é um ataque à arte; Liberar uma música não significa abrir mão dos direitos, mas, sim, apenas autorizar o lançamento dela. Como resultado, todos os autores são recompensados igualmente pela performance da música; Tiago Iorc afirma em seu post que Ana e Vitória não sabem da missa a metade. Pois, caro Tiago, elas sabem sim da missa inteira e de tudo mais. Não as subestime.

Eita! Confira, abaixo, amizades do mundo dos famosos que acabaram em briga:


Gwyneth Patrol e Winona Ryder eram inseparáveis durante os anos 1990, mas isso mudou depois que a loira teria puxado o tapete da amiga. Elas nunca mais foram vistas juntas desde que Gwyneth conquistou um papel em Shakespeare Apaixonado, que, supostamente, era de Ryder, segundo o Daily Mail, e ainda ganhou um Oscar por sua interpretação.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha do casal Bruna Marquezine e Enzo Celulari?

Obrigado! Seu voto foi enviado.