X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/07/2020 às 13:25 | Atualizada em 16/07/2020 às 13:36

Winona Ryder afirma que Johnny Depp nunca foi violento em testemunho: É impossível acreditar que essas acusações são verdadeiras

Vanessa Paradis, com quem Johnny teve um relacionamento de 14 anos, também falou a favor do ator no tribunal

Da Redação

<i>The Grosby Group</i>
The Grosby Group

Apesar de supostamente não terem seus testamentos usados no processo que Johnny Depp está movendo contra o jornal The Sun - por conta de uma matéria de 2018 em que o chamaram de espancador de mulheres -, o jornal BBC conseguiu, nesta quinta-feira, dia 16, as declarações dadas por Winona Ryder e Vanessa Paradis sobre o ator. 

As duas prestaram depoimento por meio de uma videochamada, e Winona, que namorou com Depp nos anos 90, afirmou que nunca viu o ator agindo de modo violento ou abusivo com ela e com nenhuma pessoa próxima, e por isso acha difícil acreditar nas acusações de violência doméstica movidas pela ex de Johnny, Amber Heard. 

Winona disse: 

Eu entendo que é importante que eu fale da minha própria experiência, como eu não estava lá durante o casamento dele com Amber, mas, pelo meu ponto de vista, que foi completamente diferente, eu fiquei absolutamente chocada, confusa e chateada quando soube das acusações contra ele. A ideia de que ele é uma pessoa incrivelmente violenta é muito longe do Johnny que conheci e amei. Eu não posso aceitar essas acusações. Ele nunca, nunca foi violento comigo. Ele nunca foi abusivo comigo. Ele nunca foi violento ou abusivo com ninguém que eu tenha visto.

Ela ainda finalizou dizendo:

- Eu honestamente só o conheci como um homem muito bom - incrivelmente amável, extremamente carinhoso e que era muito protetor comigo e com as pessoas que amava, e eu me sentia muito segura com ele. Eu não quero chamar ninguém de mentiroso, mas pela minha experiência com Johnny, é impossível de acreditar que essas acusações horríveis são verdadeiras. Acho extremamente triste, o conhecendo do modo que conheço.

Quem também testemunhou a favor do ator foi Vanessa Paradis, com quem Depp teve um relacionamento de 14 anos - a modelo também é pai dos dois filhos de Johnny, Lily-Rose e Jack. Ela disse, no tribunal: 

Durante todos esses anos, Johnny foi um pai e ser-humano carinhoso, atencioso, generoso e não-violento. Nos sets de filmagem, os atores, diretores e toda a equipe o adoram, porque ele é humilde e respeitoso, assim como um dos melhores atores que conhecemos. 

Ela ainda afirmou que as acusações de violência doméstica contra Johnny impactaram negativamente a carreira do ator. 

Relação entre Johnny Depp e Amber Heard

Vale dizer que, recentemente, inúmeros relatos bombásticos vêm surgindo sobre o casamento de Johnny com Amber Heard. A ex-assistente dela, por exemplo, falou a favor do ator no tribunal, dizendo que Amber roubou sua história de abuso sexual.

De acordo com o site Just Jared, Kate James, que trabalhou com Amber entre 2012 e 2015, contou que certa vez disse pra Amber que foi estuprada no Brasil décadas atrás. A atriz, então, teria usado esse relato em uma declaração de testemunha contra Depp.

- Ela se referiu diretamente a um estupro violento que me ocorreu há 26 anos e o transformou em sua própria história, disse Kate no tribunal. 

- Eu sou uma sobrevivente de violência sexual e é muito, muito sério assumir essa postura, se você não for uma vítima.

Kate também contou aos tribunais sobre um incidente de anos atrás, em que Johnny e Amber foram acusados de contrabandear ilegalmente seus cães para a Austrália. A ex-assistente disse que Amber contrabandeou deliberadamente os cães para a Austrália

- Como em várias circunstâncias que observei, era como se ela sentisse que estava acima da lei.

Por fim, Kate disse que recebia mensagens de texto incoerentes e abusivas de Amber no meio da noite regularmente.

Outro relato que também chamou a atenção foi o do segurança de Johnny Depp, que disse que Amber deu um soco em Depp durante uma das discussões acaloradas entre elesEm depoimento no tribunal, de Depp, Sean Bett, disse que houve várias vezes em que Heard deixou ferimentos visíveis no ator. Ele afirmou que um deles ocorreu em 21 de abril de 2016, depois de uma festa no aniversário de Heard. 

Nesta ocasião, segundo relatos anteriores no tribunal, ela alega que Depp a atacou porque reclamou que ele chegou atrasado para a festa. Ele nega isso e diz que ela o agrediu, dando um soco durante briga. Bett disse que levou Depp para outra casa após a discussão e tirou uma foto do rosto do ator depois que ele relatou que Heard o havia dado um soco. 

Vish, essa história ainda vai dar o que falar! 

A seguir, entenda a polêmica envolvendo o divórcio de Johnny Depp e Amber Heard!


Já em abril de 2019, Johnny alegou ter provas incontestáveis de que não tinha agredido Amber. Ele reuniu algumas imagens de câmeras de vigilância e depoimentos para comprovar as suas declarações. Agora, é a atriz que não responde aos argumentos do ex-marido. Será que o jogo virou?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa você gostaria de ver em um projeto novo da Netflix?

Obrigado! Seu voto foi enviado.