X

NOTÍCIAS

Publicada em 31/07/2020 às 16:28 | Atualizada em 31/07/2020 às 16:36

Anitta dá detalhes de suas experiências sexuais e admite: - O parceiro já chegou lá sem nem tirar a roupa

A cantora também revelou os nomes que dá para a sua parte íntima

Da Redação

Montagem-Divulgação

Anitta participou de um vídeo revelador nesta sexta-feira, dia 31. A cantora falou sobre o Dia do Orgasmo com a influenciadora Ju de Paula e contou que costuma chamar a sua parte íntima de pepeca, pererequinha e larissinha. Além disso, a funkeira contou que a masturbação trouxe benefícios para a sua vida sexual.

- Eu estou sempre me descobrindo, me tocando, me conhecendo. Tenho vários aparelhos que me ajudam. Acho que isso faz eu encontrar a maneira com que eu gosto, a maneira de eu chegar lá, a maneira de eu chegar no orgasmo. E se eu estou em um ato sexual onde o parceiro ou a parceira não está chegando, não está indo pelo caminho que me dá prazer, eu não tenho problema nenhum em encaminhar essa pessoa para o meu lugar de conforto e falar Olha, eu gosto assim, eu me sinto melhor assim, eu gosto que faça desse jeito... Às vezes eu até me toco ou uso meus brinquedos sexuais para a pessoa assistir e entender melhor a minha maneira preferida, que acho que é uma questão de gosto.

A beldade ainda admitiu que ter ou não um orgasmo não determina as suas relações sexuais.

- Em algumas relações sexuais que eu não tive orgasmo, eu curti muito. Porque mesmo sem ter o orgasmo, eu estava adorando o momento. Então não necessariamente eu falei Ai, não serviu de nada. Eu não cheguei no orgasmo, mas foi mara mesmo assim. Em outras situações, eu cheguei e foi uma m***a. Então não é uma regra. Eu acho que é aberto a opiniões, cada vez é uma vez.

Anitta também falou sobre os estímulos na hora H.

- Eu acho que tem que existir uma reação. Inclusive, se o parceiro ou parceira não me dá uma reação, eu fico assim E aí? O que aconteceu? E eu acho que depende do momento: se você está fazendo amor, sexo, selvageria... Eu acho que depende bastante. Dependendo da vibe do sexo, aí eu vou mudando. Se eu estou fazendo amor, eu vou numa coisa mais intensa, uma respiração... Para mim, tudo é um filme. Existe um tipo de orgasmo que eu achava que era mito, que é aquele onde a mulher esguicha. É uma sensação muito forte, muito intensa, mas que dá trabalho de fazer acontecer.

Sincera, a poderosa confessou que o melhor orgasmo que já teve foi em um camarim, na companhia de uma colega. Ela aproveitou para dizer que conseguiu um grande feito em outra oportunidade.

- Eu já tive experiências onde o parceiro chegou lá sem nem tirar a roupa. Só nos amassos. E não foi por antecipação, não. Foi depois de um tempo.

Picante, não? A seguir, veja os momentos mais sensuais de Anitta:


A camiseta Quem tá pegando não tá reclamando é a cara da cantora, não é? E isso só evidencia ainda mais sua sensualidade, já que com um corpão desses, é difícil mesmo alguém reclamar!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você ficou triste ao saber que Chaves não será mais exibido na TV?

Obrigado! Seu voto foi enviado.