X

NOTÍCIAS

Publicada em 03/08/2020 às 10:45 | Atualizada em 03/08/2020 às 11:05

Fábio Assunção diz como a sua vida mudou após perder 27 quilos: - Estou em paz, no controle da minha vida

Em conversa com O Globo, ele ainda deu a sua opinião sobre envelhecimento e feminismo

Da Redação

Divulgação

Fábio Assunção foi entrevistado pelo jornal O Globo e falou sobre diversos assuntos, como por exemplo, o seu processo de emagrecimento, como a sua rotina mudou nesse período de pandemia e até mesmo sobre qual é o papel do homem no feminismo. 

Primeiro, ele já logo negou um rumor e disse que conseguiu emagrecer graças ao seu próprio esforço - e não tomando anabolizantes, como algumas pessoas apontaram após ele começar a postar fotos ostentando o seu tanquinho:

- É interessante como tudo foi casando. Mas preciso fazer um aparte: Tem gente que acha que tomei bomba, anabolizante. Isso é mentira! Foi um trabalho coordenado pelo Chico Salgado para a série Fim. Eu tinha que ir de 97 quilos para 78. Aí cheguei nos 69 quilos. Perdi 27 quilos sem química, só com alimentação. Foram cinco meses de um trabalho natural e disciplinado. Começou com exercício aeróbico e alimentação cuidada. Só de desintoxicação carbogênica foram 38 dias. À noite, só tomo uma sopa. Neste momento, trabalho o ganho de massa muscular, como o dobro que estava comendo. Isso me trouxe leveza corporal. A minha relação com o alimento mudou. Abri mão de pão, pizza, de muita coisa gostosa. Mas acabei pegando gosto pelos alimentos verdes.

Em seguida, contou se irá ou não surgir um novo Fábio pós-quarentena:

- Sem dúvida. Meus hábitos e meus horários mudaram. Essa leveza acelerou meu metabolismo, estou pensando com mais clareza. Esse Fábio está percebendo coisas que não apreciava antes. Estou voltado para o que está acontecendo hoje, sorridente, pensando eu existo, estou em paz, no controle da minha vida e vendo para onde o mundo está indo. São tantas notícias contraditórias. Estou neste momento de observação, conquistado com muita alegria, seguindo o fluxo do mundo. Me sinto bem, aproveito o momento pelo lado positivo e tento acreditar que os ganhos dessa paralisação serão maiores e mais relevantes do que uma vacina nova.

Depois, deu mais detalhes sobre a relação com os filhos, Ella e João, em meio a esse período conturbado:

- Minha filha veio algumas vezes, e meu filho está aqui há um mês. João sempre vinha com uma data de retorno para São Paulo, onde mora com a mãe. Desta vez, veio sem prazo de validade. Eu sempre me preocupava em criar uma programação, aí a gente descobriu que apenas conviver, com independência e liberdade, já é uma grande expressão de amor. Posso estar na sala lendo um livro ou tocando violão, e ele está jogando videogame. A gente se achou convivendo dessa forma pela primeira vez.

O ator ainda deu a sua opinião sobre o envelhecimento:

- Acho ótimo. Às vezes, quando querem me elogiar, falam: Nossa, mas você não envelhece com o tempo. Penso o contrário, acho a velhice uma conquista. Quem não quer ter 90 [anos de idade]? Vamos saudar os velhos do Brasil, eles têm sabedoria. Tem o lado estético, mas eu acho lindo as marcas do tempo no rosto da gente.

Por fim, deu a sua opinião sobre o que os homens podem fazer quando o assunto é apoiar o feminismo:

- Escutar. Sou da teoria de que a mulher tem que tomar o poder. E governar esse mundo, porque a gente fracassou completamente. Brinco que quero obedecer, receber ordens. Quero que as mulheres se apropriem. Inclusive, há uma estatística que mostra que os países liderados por mulheres tiveram maior avanço contra a pandemia. Então...

Legal, né?

A seguir, confira 15 homens famosos que já falaram sobre corpo e saúde mental!


James Corden deu uma entrevista, em 2016, para a revista Rolling Stone, e falou sobre como lidava com o bullying na escola: - Se você é uma pessoa grande na escola, tem duas escolhas: Você será um alvo. No meu caso, indo para a escola, eu pensava: Certo, então eu só vou me tornar um alvo ainda maior. Minha confiança, ela vai aterrorizar os meninos. Era assim que eu me sentia na escola. Ele também criticou a representação de pessoas gordas em Hollywood: - Eu nunca entendo quando assisto comédias românticas. Essa ideia de que, por alguma razão, pessoas não atraentes ou gordas não se apaixonam. Se isso acontece, é de um jeito meio estranho - e não é assim. Disse tudo!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

A gente sabe que as três arrasam! Mas entre Xuxa, Angélica e Eliana, qual a sua favorita?

Obrigado! Seu voto foi enviado.