X

NOTÍCIAS

Publicada em 21/08/2020 às 10:16 | Atualizada em 21/08/2020 às 10:23

Após pedir troca de juiz, advogada de Angelina Jolie emite comunicado sobre polêmica em divórcio com Brad Pitt: Sem favores especiais

De acordo com o Us Weekly, a atriz pede que a burocracia envolvendo a separação seja justa e não parcial

Da Redação

The Grosby Group

A polêmica envolvendo o divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt está longe de acabar! Isso porque, após a atriz pedir a troca do juiz responsável pelo processo, na última quinta-feira, dia 20, a advogada dela emitiu um comunicado em que pede que a burocracia envolvendo a separação seja justa e não parcial.

De acordo com o site Us Weekly, o posicionamento da artista ocorreu após ela ter descoberto um suposto segredo sobre o juiz John Ouderkirk, responsável pelo divórcio. Para ela, o magistrado possui relações comerciais com a advogada de Brad, e por isso sua decisão não seria imparcial, favorecendo assim o ex-marido da atriz. Isso, é claro, interrompeu o andamento do processo e, segundo a defesa do de Brad, Angelina foi longe demais dessa vez.

Porém, no comunicado, Samantha Bley DeJean, advogada de Jolie, afirmou que a atriz apenas quer um julgamento justo e sem nenhum favor especial.

Tudo o que a minha cliente quer é um julgamento justo, baseado em fatos, sem nenhum favor especial a nenhuma das partes envolvidas. A única maneira para que os litigantes consigam confiar no processo é que todos os envolvidos consigam assegurar que há uma transparência e uma imparcialidade, disse a nota assinada pela advogada de Jolie, Samantha Bley DeJean.

A publicação ainda afirma que a presidente de uma grande empresa de advocacia, Neama Rahmani, pontuou que Angelina acredita que o juiz responsável pelo seu divórcio esteja sendo parcial em favor de Brad, devido às suas ligações pessoais com o ator.

A defesa de Brad, no entanto, acredita que esta seria realmente apenas uma tentativa de Angelina realmente atrasar o processo. De acordo com documentos obtidos pela revista People, os advogados do ator declararam:

[Angelina] nunca se opôs ao contínuo envolvimento [do juiz] nesse processo até agora. Infelizmente, os indivíduos que mais se machucam nessa estratégia visivelmente tática de Jolie são os filhos dos próprios envolvidos, que continuam privados de uma resolução final, continuou.

Uma fonte próxima ao ator também alegou o juiz do caso era conhecido do ex-casal. 

- Esse é o juiz que os casou, alguém que a equipe dela conhece bem e a pessoa que, na verdade, foi apresentada pela própria equipe dela ao casal. Os advogados dela também já trabalharam com ele, então, a única desculpa é que o time dela sabia que eles provavelmente perderiam, e eles precisaram enrolar, por mudar o juiz já nos acréscimos do jogo.

Polêmica na família

De acordo com o site The Blast, Brad Pitt também está acusando Angelina Jolie de atrasar o divórcio para impedir que ele tenha mais tempo com os filhos. Juntos, eles são pais de Maddox, Pax, Zahara, Shiloh e dos gêmeos Knox e Vivienne.

- O timing da requisição de Jolie mostra que essa é uma ação com motivações apenas estratégicas. O pedido de Jolie ocorre quase simultaneamente ao agendamento do julgamento da nova guarda, para outubro de 2020, data estabelecida por ela e que precisaria ser novamente adiada. 

De acordo com a avaliação dos advogados do ator, Jolie tem consciência da inevitável mudança nos termos da guarda e, por isso, estaria empenhada em dificultar o que fosse possível até que o veredito seja determinado.

- A preocupação possivelmente legítima de Jolie de que os termos do acordo sejam alterados não são justificativa para que ela e seus advogados abusem de seus procedimentos que resultam em infrações sérias do sistema judicial.

No momento, a atriz tem a guarda plena dos seis filhos, permitindo a Brad visita esporádicas aos filhos e a presença agendada das crianças na casa dele. A intenção dos advogados do ator é que ele e a ex tenham a guarda compartilhada.

A seguir, veja, em 19 fotos, tudo o que aconteceu com Brad Pitt após o término com Angelina Jolie:


Brad Pitt e Jennifer Aniston também fizeram o primeiro trabalho juntos pós-divórcio em 2020! Os dois participaram da leitura do livro Picardias Estudantis ao lado de famosos como Julia Roberts, Morgan Freeman, John Legend, Matthew McConaughey e outros. Os dois tiveram uma interação direta no evento e depois, em uma entrevista, McConaughey afirmou que percebeu uma tensão sexual entre os atores. Será que realmente tem alguma coisa aí que não foi bem resolvida?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual notícia mais te chocou esta semana?

Obrigado! Seu voto foi enviado.