X

NOTÍCIAS

Publicada em 06/11/2020 às 10:15 | Atualizada em 10/11/2020 às 16:22

Dulce María fala sobre a individualidade de seu novo projeto, Origen: - São canções do coração

A cantora também falou sobre os artistas brasileiros que mais gosta

Carolina Rocha

Divulgação-Ari Prensa

2020 marca os 30 anos da carreira de Dulce María, cantora, atriz e compositora mexicana. E nesta sexta-feira, dia 6, a artista lançará o disco Origen em todas as plataformas digitais, junto com o clipe da música Lo Que Ves No Es Lo Que Soy, divulgado no dia 10 de novembro. Durante uma coletiva de imprensa virtual realizada na noite da última quarta-feira, dia 4, Dulce falou sobre o seu novo projeto e o quão intenso e pessoal é o seu novo álbum.

É um projeto muito importante, muito pessoal. Eu tenho esse projeto pendente há muitos anos, pois são composições de diferentes etapas da minha vida pessoal e carreira. E finalmente poder lançar essa canção – os fãs a conhecem ao vivo –, e poder lançar as versões de Origen desde abril – foram Te Daría Todo, Más Tuya Que Mía e Tú y Yo, que são as inéditas do Origen , e ainda com a gravidez e a pandemia, a volta ao trabalho, e ter que terminar Falsa Identidad, que é a série que estou fazendo agora... Digamos que foram meses muito complicados, mas agora que se aproxima o nascimento da minha bebê, que é um ciclo diferente, tenho vontade de compartilhar com meus fãs. Não é o que muita gente espera, mas é algo muito especial. E sei que para muitos de meus fãs, também será. Todo o disco Origen é importante, são canções do coração, não é um álbum comercial.

A estrela contou que se arriscou um pouco mais neste disco.

O álbum segue sendo pop, mas tem uma influência de folk e de músicas que eu gosto e escuto. Gosto da forma como elas se transmitem para mim, então por isso, finalmente, quis tentar. É como um experimento, uma transição. Mas segue sendo pop, mas com alguns instrumentos que não foram incluídos nos álbuns anteriores.

Apesar de estar grávida de oito meses, Dulce não quis deixar o álbum de lado.

Sinto que agora é necessário, porque é um divisor de águas, é o fim de um ciclo e o início de outro. É algo que já estava pronto para ser compartilhado com os fãs. De outra forma [por conta da pandemia], eu não conseguiria. Gostaria de fazer mais vídeos, por exemplo, para as canções de Origen, e várias outras coisas que não posso fazer. Mas se posso fazer isso virtualmente, ou digitalmente, e de alguma forma seguir conectada com os meus fãs, mesmo com todas as circunstâncias...

Lo Que Ves No Es Lo Que Soy

O novo single do álbum Origen, divulgado nesta sexta-feira, dia 6, no Spotify, foi feito em um momento de vulnerabilidade de Dulce.

Escrevi há muitos anos, há cerca de sete anos. E estava muito triste. Sequer eu estava inspirada. Estava decepcionada com muitas coisas. E saiu essa parte da instabilidade de estar viajando, em sets de filmagens... por fora, tudo parece muito bonito, agora ainda mais com as redes sociais, mas às vezes passam coisas dentro de você. E eu falo sobre isso, da perdição e da instabilidade que você pode sentir. A música é alegre, mas diz coisas profundas. Você se acostuma a se despedir de pessoas, de projetos, de coisas que são muito importantes para você. E chega um ponto da nossa carreira onde nos vemos em um barco que não sabemos se estamos conduzindo. Mas agora, sei que o final da história sou eu que escrevo.

Dulce ainda contou que as pessoas entenderão melhor a necessidade que ela tem de fazer uma pausa depois de assistirem ao clipe e ouvir todo o projeto.

Algo que sempre defendi e que sempre foi a minha bandeira é ser você mesmo. Ser real, ser quem você é. Não ser algo para caber em um molde. E eu sempre tentei ser coerente com a etapa da minha vida que estava vivendo no momento. Sempre transmiti as minhas ideias, os meus sonhos, e as coisas que estava defendendo. Então, acredito que ser real faz com que você se conecte muito mais com as pessoas. Eu não sou um exemplo, sou um espelho para as pessoas se identificarem comigo.

Por estar há 30 anos sob os holofotes, a cantora acredita que passou por algumas mudanças.

Acredito que certas coisas nunca mudam, mas algumas sim. Porque a vida passa, os anos passam, você realiza sonhos, outros você percebe que não eram exatamente o que você queria, você cai, se levanta, conhece de verdade as pessoas, é traída, se apaixona, faz e desfaz amizades... Tudo isso vai mudando. Então é claro que mudei, mas há muitas coisas que permanecem. Eu sempre fui eu mesma. Quando eu estava na época de Rebelde, também fui um pouco diferente em cada etapa desses quatro, cinco anos. Mas defender as minhas ideias, o que eu acredito, lutar pelos meus sonhos e seguir acreditando, isso nunca mudou.

Uma das maiores tristezas da artista, inclusive, é realizar essas reuniões de forma virtual, porque ela gosta de sentir a energia das pessoas e de se conectar verdadeiramente com os outros. Por isso, o significado por trás de Lo Que Ves No Es Lo Que Soy é tão importante para ela.

Você pode virar um personagem ou uma persona, não precisa ser famoso. E as aparências enganam. Você pode ver qualquer pessoa no Instagram muito feliz, e não tem ideia do que ela está vivendo, o que está sentindo, qual é sua história, se ela pode dormir à noite, o que há por trás dessa pessoa. No geral, as pessoas não são o que você enxerga. Sempre há muito mais do que não conhecemos.

O clipe da música ainda trás suas sobrinhas, tão queridas por Dulce.

Foi muito lindo, porque de alguma forma, elas me interpretam. E quem melhor que elas que me dão tanta ternura, e que são do meu sangue?

Vida

Já no final da coletiva, a estrela confessou que seus próximos sonhos não são à longo prazo, já que quer priorizar a sua primeira filha, fruto de seu relacionamento com Paco Álvarez.

- Me sinto orgulhosa, satisfeita e grata por tudo que conquistei e por todo o amor e apoio que encontrei nessa carreira. Uma das melhores surpresas da minha carreira foi chegar ao Brasil. Foi incrível. Conhecer as pessoas, a cultura, a música. Mas ao viver todas essas coisas que as pessoas acreditam que é o que as farão felizes – dinheiro, fama –, me dei conta e valorizei o que realmente é importante, e que acredito que agora estamos todos valorizando: a saúde, a família e todos os pequenos detalhes do amor, ter com quem compartilhar as coisas.

Brasil

Por fim, a atriz entregou com qual artista brasileiro gostaria de fazer uma parceria.

Continuo encantada pelo funk, então não perco esperança de algum dia fazer um funk. Gostaria de fazer como um novo projeto. Gosto da Paula Fernandes, Luan Santana... Gosto de vários. Do Tiago Iorc. Tem vários artistas com quem eu me identifico.

Logo abaixo, assista ao clipe de Lo Que Ves No Es Lo Que Soy:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual notícia mais te chocou esta semana?

Obrigado! Seu voto foi enviado.