X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/03/2021 às 17:40 | Atualizada em 16/03/2021 às 17:53

Hoje pansexual, Cara Delevingne admite que cresceu sendo homofóbica: - Eu sentia nojo

A modelo contou que chegou a pensar em suicídio quando foi entendendo sua sexualidade

Da Redação

Divulgação

Cara Delevingne abriu o coração em entrevista ao podcast Goop, da atriz Gwyneth Paltrow. Durante o bate-papo, a modelo contou que cresceu com um pensamento homofóbico, o que fez com que ela considerasse suicídio quando finalmente entendeu sua sexualidade. Atualmente, Cara se identifica como pansexual. 

- Eu cresci numa família bem conservadora. Eu não conhecia ninguém que fosse gay. Na verdade, acho que eu não tinha noção de que era homofóbica enquanto crescia. A ideia de duas pessoas do mesmo sexo, eu sentia nojo, dentro de mim. Eu pensava Meu Deus, eu nunca faria isso, isso é nojento, ugh.

Esse preconceito fez com que a modelo passasse por situações delicadas em seus relacionamentos. Como você já deve saber, Cara já namorou publicamente outras mulheres, como a atriz Ashley Benson e a artista St. Vincent.

- Eu consigo identificar a depressão profunda e os momentos suicidas da minha vida, porque eu tinha tanta vergonha de ser isso [queer]. 

Apesar de se dizer pansexual, Delevingne assume que sua sexualidade muda constantemente.

- Ainda existe uma parte de mim que pensa Oh, queria só ser heterossexual. Ainda existe esse lado. É realmente complicado. 

Por fim, ela pontuou que sua orientação sexual tem um forte impacto no modo como ela se apresenta para o mundo.

- Eu sou uma pessoa andrógena. Eu amo ser mulher, me vestir e fazer tudo isso, mas eu também amo ser como um homem mais rude... Eu me sinto tão confortável nessa fluidez de só ser um ser humano e quase ser um animal, porque é isso que somos. Confiamos nos nossos próprios instintos. 

A seguir, confira mais famosos que abriram o jogo sobre sua sexualidade: 


Aos 68 anos de idade, Marcos Caruso deu a entender que era bissexual durante uma live no Instagram da drag queen Suzy Brasil. O ator, que normalmente é bem discreto em relação a sua vida pessoal, citou o parceiro ou a parceira ao revelar que não costuma fugir do tradicional na hora do sexo: - Sempre fui papai e mamãe. Eu brinco que essa coisa mais violenta, de fantasias sexuais, eu estou guardando para a próxima encarnação. Eu sou muito certinho, sabe? E é gostoso ser assim. Eu não tenho problema de não ser assim [fetichista]. Eu me satisfaço assim. Não tem essa coisa de me fantasiar, assistir alguma coisa, ou de imaginar um personagem, eu, o parceiro ou a parceira. O ator também revelou: - O que me dá tesão é o olhar. Não me interessa o corpo, não importa o corpo. É o olho. Bateu, bateu. Lembrando que o ator foi casado com Jussara Freire até 1994, e com ela teve dois filhos, Caetano e Mari. Depois da live, porém, o ator negou a informação ao jornal Extra.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha que mais vai rolar dentro do Ilha Record?

Obrigado! Seu voto foi enviado.