X

NOTÍCIAS

Publicada em 30/03/2021 às 09:33 | Atualizada em 30/03/2021 às 10:26

Demi Lovato diz ser pansexual e revela que sua ex-equipe menosprezou sua dependência química, o que quase a levou à morte

A cantora ainda revelou que quer adotar uma criança

Da Redação

Divulgação

Com a proximidade do lançamento do álbum Dancing With The Devil… The Art Of Starting Over, Demi Lovato vem fazendo revelações bombásticas nas entrevistas das quais participa. E não seria diferente no bate-papo com o comediante e apresentador Joe Rogan para o podcast The Joe Rogan Experience, do qual ela participou na segunda-feira, dia 29. 

Durante a conversa, a cantora comentou algumas passagens de seu recente documentário para o YouTube, que também é revelador, e fez declarações sobre os momentos complicados que viveu no passado, como sua dependência química e seus distúrbios alimentares. Aliás, ao comentar esses assuntos, a cantora contou que chegou a alertar sua equipe de que seu estado de saúde havia piorado antes de ser hospitalizada, mas foi menosprezada. De acordo com Demi, as pessoas que cuidavam de sua carreira disseram:

- Você não está doente o suficiente, sendo que essas doenças quase a levaram à morte depois de uma overdose

E não foi só isso. Demi ainda disse que se identifica como pansexual. Na realidade, ela já havia se revelado sexualmente fluida anteriormente, mas agora usou essa expressão dizendo ainda que não sabe se vai envelhecer ao lado de um parceiro do gênero masculino ou feminino ou se vai engravidar:

- Neste momento, quero adotar [crianças], com certeza. Também não sei se vou acabar com um cara. Então, não consigo me imaginar nem mesmo grávida. Não sei. Estou tão fluida agora, e uma parte da razão pela qual sou tão fluida é porque estava super fechada.. 

Diante disso, Rogan perguntou se sexualmente fluido significava que ela estava romanticamente interessada em homens e mulheres. Depois que ela disse sim, ele esclareceu: 

- Como eles chamam isso? Pansexual? 

- Sim, pansexual. [Eu gosto] de tudo, na verdade, respondeu Demi. 

Para quem não sabe, o termo pansexualidade é usado para descrever pessoas que sentem atração por outras, independentemente de seu sexo ou identidade de gênero. Elas também sentem atração tanto por pessoas cisgênero quanto transgênero. 

A cantora também contou que a sua iniciação sexual se deu enquanto assistia ao filme Segundas Intenções e que gostava de assistir à Selma Blair e Sarah Michelle Gellar se beijando. Apesar de gostar do que viu, ela precisou esconder seus sentimentos. 

- [Eu] senti muita vergonha porque, para alguém cresceu no Texas como uma cristã, isso é muito desaprovado. Desliguei antes mesmo de me permitir processar o que estava sentindo.

Na mesma entrevista, Demi falou ainda sobre a dificuldade de recorrer a pessoas da indústria musical quando precisa de ajuda e disse que Ariana Grande é a sua amiga mais próxima no meio.

- A amiga mais próxima que tenho na indústria é Ariana Grande. Ela é alguém que tem me apoiado muito, vez após vez, e alguém quem posso procurar quando preciso de uma amiga da indústria, pois eu sei que ela estará lá para mim. 

A seguir, relembre e saiba o que aconteceu com Demi Lovato da recaída até a overdose, em 2018. 


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou do look ousado de Bruna Marquezine?

Obrigado! Seu voto foi enviado.