X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/05/2021 às 07:15 | Atualizada em 10/05/2021 às 08:06

Mãe e irmã de Paulo Gustavo falam sobre a morte do ator; marido revela que filhos pedem para vê-lo: Eles pedem pra ver o papai Paulo

Thales Breta e o humorista tiveram dois filhos juntos, Romeu e Gael

Da Redação

Divulgação

No domingo, dia 9, Dia das Mães, Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo quebrou o silêncio sobre a morte do ator. Ela, que foi inspiração para o humorista interpretar seu personagem de maio sucesso no teatro e no cinema, a Dona Hermínia, falou para o Fantástico sobre como está lidando com a perda do filho, vítima da Covid-19.

- Eu fiquei durante 53 dias rezando, pedindo a Deus que me desse força. A morte é uma coisa certa na vida da gente. A gente só espera que uma mãe vá na frente. Então, é muito duro. Não estou bem, mas eu sou capaz de rir. Eu quando conto, falo dele, eu conto as coisas, eu rio, porque ele detestava quando eu chorava, disse ela.

Déa também falou sobre o exemplo que Paulo Gustavo deixou para o Brasil e mostrou revolta ao falar sobre a pandemia do novo coronavírus no país:

- Eu estou muito triste, mas o meu filho deixou um exemplo contra o preconceito. O meu filho casou, o meu filho teve filhos maravilhosos. Eu tenho dois netos maravilhosos. Mas isso porque ele tem uma família que segurou. Durante um ano, viajando pelo país, até as crianças nascerem, terminava o espetáculo dizendo que homofobia era crime e a corrupção mata. E roubar na pandemia é assassinato.

E relembrou o dia da morte do filho:

- Ele estreou num dia 4 de maio às 9 horas da noite e morreu no dia 4 de maio às 9h12 da noite. Ele começou um ciclo e terminou um ciclo. É incrível. Tudo dele é muito incrível. Cantamos a oração de São Francisco, porque ele sempre pedia desde pequeno para eu cantar a oração de São Francisco e eu cantava. Foi uma despedida bonita, disse ela.

Irmã

Ju Amaral, irmã de Paulo, também falou ao Fantástico. Inconsolável, a produtora afirmou que tem sido amparada pela mãe:

- Eu estou assim 24 horas, 53 dias. Ele é minha metade. A gente é melhor amigo. Minha mãe é uma rocha. Eu deveria estar consolando ela, mas ela que faz isso 24 horas por mim.

Déa Lúcia, interrompeu a filha, e disparou:

- Ela que vai ter que tomar conta de mim. Eu falo: chora, reza, porque seu irmão passou essa bola pra você. Ela tem que ser forte.

Marido

O depoimento de Thales Bretas, marido de Paulo, também emocionou. O dermatologista relatou os últimos momentos com o companheiro e falou sobre como era a convivência com o humorista:

- A presença dele era muito forte. Ele estava presente em todos os ambiente, via tudo que acontecia, gritando sempre. Às vezes eu nem respondia pra ele aprender a me procurar andando. Essa ausência é avassaladora. É um silencio que não fazia parte da minha vida há sete anos. 

E ainda falou sobre como está sendo o período de luto: 

- Acho que a ficha está caindo aos poucos. Ele vai ser pra sempre o amor da minha vida. Não poder ter aquele cara tão especial na nossa vida, na vida dos nossos filhos... mas é gratidão. Tive muita sorte de viver sete anos com ele. Ainda estou vivendo esse momento da perda. Eu fazia carinho toda noite pra ele dormir, acalmando ele eu me acalmava também. E não tem mais esse calmante pra mim. Onde ele estiver, vai continuar brilhando. Nunca mais serei a mesma pessoa. Mas agradeço a ele os momentos felizes que vivemos juntos. São os mais felizes da minha vida e vou passar isso pros nossos filhos. E passar isso pra família dele, que é minha família também. É nossa família. Ele vai trazer essa alegria pra mim de volta, porque o papel dele era transformar a tristeza em alegria.

Já quando o assunto foi os filhos deles, Romeu e Gael, de um ano e meio de idade, Thales entregou que as crianças pedem para ver fotos do pai:

- São os frutos do nosso amor. Vou amar por nós dois. Onde ele estiver, ele vai estar amando, orientando, mas como queria que ele ajudasse a educar! Paulo era uma das pessoas mais íntegras, generosas, amorosas e protetoras que já conheci. Minha foto do celular é ele com as crianças. Eles pedem pra ver papai Paulo e ficavam falando: papai Paulo dodói. Agora estou tentando explicar que papai Paulo não está mais dodói, mas virou estrelinha, e está olhando pela gente.

A seguir, relembre a trajetória da carreira do ator:

A Vila foi seu trabalho mais recente no Multishow, sendo que ele também contracenou com grandes nomes do entretenimento do humorístico.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da separação de Gabriel Medina e Yasmin Brunet?

Obrigado! Seu voto foi enviado.