X

NOTÍCIAS

Publicada em 21/10/2021 às 00:00 | Atualizada em 19/10/2021 às 14:48

Anderson Di Rizzi fala sobre autoestima: Penso muito em envelhecer bem

Em entrevista exclusiva ao ESTRELANDO, o ator entregou como cuida do corpo, detalhes do transplante capilar e a nova paixão descoberta na pandemia

Letícia Giollo

Divulgação

Com 43 anos de idade, Anderson Di Rizzi já coleciona inúmeros personagens icônicos em seu currículo. Afinal, quem não se lembra do carismático Zé dos Porcos em Êta Mundo Bom!, novela da TV Globo? Entre uma gravação e outra, o ator sempre tem um tempinho para cuidar do físico e da alimentação. Vaidoso, Anderson admitiu que gosta de se cuidar e decidiu se submeter à realização de um transplante capilar. Em entrevista exclusiva ao ESTRELANDO, ele conversou sobre a relação com o corpo, confessou que sempre se preocupou com as falhas capilares e ainda entregou uma nova paixão descoberta durante a pandemia.

Por volta dos 20 anos de idade, eu estava com um grupo de amigos e um deles brincou que eu estava ficando careca. Eu ainda não tinha percebido, achava que era normal. No dia seguinte, encontrei um dermatologista e busquei tratamento. No entanto, lá atrás, não tinha os recursos de hoje, como os transplantes capilares. Há pouco tempo, eu decidi repor algumas áreas rarefeitas que estavam me incomodando, principalmente porque na gravação da novela bate aquela luz de cima e ressalta, disse.

Além dos cuidados com os cabelos, Anderson não abre mão da academia e garante que segue uma dieta regrada para manter o físico em dia. Até mesmo bebida alcóolica o artista decidiu diminuir para envelhecer bem.

O corpo do ator é o instrumento de trabalho, então procuro cuidar bem dele de uma forma geral. Já faz dois anos que sigo uma dieta bem regrada. Gosto de ir para a academia, jogo tênis, tomo muita água e não fumo. Até mesmo bebida alcoólica estou diminuindo. Penso muito em envelhecer bem. Quero ser aquele tiozinho que está com 80 e poucos anos de idade e as pessoas falam: Poxa, que legal! Ele está bem para caramba, correndo na praia, trabalhando, fazendo teatro e cinema. Quero ser esse cara. Eu me sinto bem com isso! 

Amante de desafios, Di Rizzi ainda entregou que adora encarar personagens diferentes. Ao longo da carreira, ele já esteve nas novelas Etâ Mundo Bom, Morde & Assopra, Amor à Vida, A Dona do Pedaço e, apesar do grande sucesso de Zé dos Porcos, o artista admite ter carinho especial por outro personagem de Walcyr Carrasco.

Eu gosto muito do Zé dos Porcos. As pessoas lembram bastante dele, até porque reprisou em 2020 e fez tanto sucesso quanto na estreia. Apesar disso, acho que o personagem que eu tenho um carinho especial mesmo é o Sargento Xavier que foi o meu primeiro em Morde & Assopra. Era um papel muito pequeno e eu decidi apostar em algo mais exagerado, caricato... Deu certo! A cada semana o Walcyr [Carrasco] colocava duas cenas a mais e com três meses de novela eu já tinha um espaço bem grande na trama. Com esse personagem eu ganhei a confiança do Walcry e acabei emendando vários projetos juntos com ele. Sou muito grato.

Na pandemia, Anderson ficou longe dos holofotes e isolado com a família em Itu. Durante o período longe das telinhas, o ator descobriu outra paixão: o mercado financeiro.

Eu me reinventei. Adquiri um prazer enorme pelo mercado financeiro e comecei a operar nesta área. Estou amando! Antigamente, eu falava que se não fosse ator, seria veterinário, agora, acho que eu trabalharia em alguma corretora. Estudo todos os dias e tenho aprendido bastante.

E tem mais! Recentemente, Di Rizzi estrelou o thriller psicológico O Segundo Homem, dirigido por Thiago Luciano. No longa, ele interpreta Miro que decide proteger a família se alistando na Legião Estrangeira. 

Rodamos na França e terminamos aqui Brasil. O filme já foi até vendido para uma plataforma de streaming da América Latina. Em breve falaremos mais. Está incrível!, finalizou.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual término (até agora) do mês de maio te chocou mais?

Obrigado! Seu voto foi enviado.