X

NOTÍCIAS

Publicada em 28/01/2022 às 17:30 | Atualizada em 28/01/2022 às 17:30

Justiça nega novamente pedido de prisão à William Bonner feito por advogado

Wilson Koressawa entrou com embargos contra a decisão que rejeitou o pedido de prisão do jornalista

Da Redação

Divulgação

Nesta sexta-feira, dia 28, o Juizado Especial Criminal de Taguatinga negou um recurso contra a decisão que rejeitava o pedido de prisão de William Bonner. O advogado Wilson Koressawa foi quem solicitou os embargos, alegando que a juíza que contestou a petição inicial não determinou a instauração de inquérito policial para a investigação e que ela teria agido já supondo que o jornalista era inocente.

Koressawa ingressou com um mandado de segurança cível contra Bonner porque o apresentador do Jornal Nacional incentiva a vacinação contra a Covid-19. De acordo com ele, William comete crimes como indução de pessoas ao suicídio, causar de epidemia e envenenar água potável, substâncias alimentícias e medicinais destinadas ao consumo. 

Em 16 de janeiro, no entanto, a juíza Gláucia Falsarella Pereira Foley negou o pedido do advogado por se apoiar apenas em teorias conspiratórias, tornando seu discurso apenas uma panfletagem política. 

O juiz Felipe da Costa Fonseca Gomes encerrou o caso nesta sexta-feira e rejeitou os embargos de declaração de Wilson, além de esclarecer que não foi observada contradição, obscuridade, omissão ou erro material na decisão de sua colega. 


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da possível nova traição de Arthur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.