X

NOTÍCIAS

Publicada em 15/03/2022 às 18:57 | Atualizada em 15/03/2022 às 18:58

Evan Rachel Wood fala sobre processo movido por Marilyn Manson contra ela: A verdade virá a tona

O músico foi acusado pela atriz e por outras mulheres de abuso sexual

Da Redação

Montagem - Divulgação

Em entrevista ao The View, Evan Rachel Wood falou sobre o processo, que cita difamação, que Marilyn Manson está movendo contra ela. O processo veio depois dela acusar o músico de abuso sexual durante os anos em que os dois se relacionaram, de 2006 a 2010. 

- Ele se aproximou de mim sob o pretexto de trabalho, falsas promessas, e isso faz parte do processo de preparação. Ele estava me preparando desde o segundo em que disse olá.

Apesar de não poder dar detalhes sobre as alegações feitas por Manson, ela afirmou não estar com medo. 

- Estou triste porque é assim que funciona. É isso que praticamente todo sobrevivente que tenta expor alguém em uma posição de poder passa. Isso faz parte da retaliação que mantém os sobreviventes quietos. É por isso que as pessoas não querem denunciar. Isso era esperado. Estou muito confiante de que tenho a verdade do meu lado e que a verdade virá a tona, disse a atriz.

A primeira vez que a atriz falou sobre ter sido sexualmente abusada foi em 2016, alegando que havia sido por uma artista importante e famoso, mas, apenas em fevereiro de 2021, ela apontou Marilyn como seu abusador. 

Segundo o Daily Mail, no processo preenchido pelo cantor, ele alega que a atriz e Illma Gore, que também fez acusações contra ele, fizeram uma conspiração e se juntaram com outras mulheres para o acusar de abusador. Para ele, o motivo delas seria sabotar a carreira de sucesso na música, TV e cinema. 

- De novo, não estou fazendo isso para limpar meu nome, estou fazendo isso para proteger as pessoas. Estou fazendo isso para soar o alarme de que há uma pessoa perigosa lá fora e não quero que ninguém se aproxime dele, explicou Evan.

Documentário

Wood lança nesta terça-feira, dia 15, o documentário Phoenix Rising, onde também acusa o artista de agressão física. Ela também aponta que ele a estuprou durante a filmagem de um clipe dele em que Evan participou em 2007. 

- Nós não fizemos sexo no set, eu fui estuprada no set. Quando você está embriagado assim, não pode consentir – especialmente como menor. Ele me fez esquecer quem eu era. Levei anos para lembrar. Levei anos para voltar a mim mesma e até mesmo entender o que havia acontecido comigo. Eu realmente pensei que era a única. Eu não descobrir até muito mais tarde que não só eu não era a única, mas que havia um padrão em seu abuso. Isso significa que é calculado. E isso significa que ele não vai parar até que seja parado.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual festa dos famosos é a que mais agita as redes sociais?

Obrigado! Seu voto foi enviado.