X

NOTÍCIAS

Publicada em 17/05/2022 às 10:57 | Atualizada em 17/05/2022 às 11:26

Escalada para Cara e Coragem, Taís Araújo celebra retorno ao horário das sete e elogia autora da trama: - Disponibilidade de entender que os atores também são autores

A atriz afirmou que em 25 anos de emissora nunca teve uma troca como agora

Tabatha Maia

Divulgação-Globo/João Miguel Júnior

No próximo dia 30 de maio, o público irá acompanhar a nova novela da Rede Globo, Cara e Coragem, que substituirá Quanto Mais Vida, Melhor. Com um elenco de peso, a trama promete trazer a coragem que o mundo precisa e mostrar o lado humano de todos os personagens. 

Durante coletiva de imprensa, que o ESTRELANDO marcou presença, Taís Araújo, que interpretará a Anita e a Clarice Gusmão, falou da alegria em fazer novamente uma novela das sete. Segundo a atriz, ela é muito feliz nesse horário:

- Sou muito feliz fazendo novela das 19h, eu tive experiências muito lindas, afirmou ela, que em seguida falou sobre suas personagens:

- São mulheres diferentes, de origens diferentes. Muitas mulheres podem se identificar. Essa novela fala de muita coisa contemporânea, ela é uma novela das 19h cheia de recados e cheia de referências ligada nessa mudança de mundo. A novela está para todos os gostos e atende muitas mulheres, afirmou.

Taís também falou um pouco sobre o estilo de Anita e Clarice:

- Nenhuma é meu estilo rs até porque não sei qual é o meu estilo. A Anita é mais essa moda que está na rua. A sociedade mudou muito a maneira de encarar a moda. A moda da rua é muito potente, mistura de estilo, ela é mais jovem que a Clarice, ela é bem jovial. Eu construo as personagens pela caracterização, ela determina muito o caminho que eu vou seguir. O figurino é muito importante para mim, o figurino me levou por caminhos diferentes, garantiu ela. 

Além do estilo, a atriz falou sobre o uso da lace por suas personagens:

- São duas personagens que usam laces mesmo, a gente foi construindo junto, de falar assim: são duas mulheres negras que usam laces.

Após a fala de Taís, a autora Claudia Souto afirmou que a cena com as laces só foi possível após muita conversa com Taís, Ícaro Silva e Claudia di Moura: 

- Sou fruto de uma dramaturgia que eu assisti desde pequena, do patriarcado branco. Eu abro o espaço, mas eu não entendo. É tudo muito novo para mim. E eu agradeço muito a Cláudia Di Moura, Taís, Ícaro. Estou tendo a oportunidade de vocês me ensinarem, porque a gente está construindo isso junto. Todos nós achamos absurdo isso. É absurdo a gente olhar para o nosso país e eu ainda estar aprendendo com vocês, eu não ter aprendido antes. O bom é que é obra aberta e eu posso voltar em algumas coisas. Ícaro tem me trazido coisas incríveis. Taís tá me ajudando bastante. A gente espera mudar um pouco essa visão, não é revolucionar nada, mas dar um passo adiante., disse ela, se emocionando muito. 

Taís também se emocionou com a declaração e rasgou elogios à abertura de Natália nesse projeto:

- Eu tenho 25 anos de TV Globo, e é muito bom ver uma autora com essa disponibilidade de entender que os atores também são autores, a diretora também é autora, a figurinista também é, todo mundo está na composição. Cláudia é uma mulher que está vivendo o seu tempo plenamente. Em 25 anos de TV Globo, nunca tive, nesse nível, uma troca como agora, de dizer: isso ou aquilo não é minha vivência. Isso é um grande passo na dramaturgia, um grande passo na nossa história, e acho que isso é possível porque são duas mulheres no comando, afirmou.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Fernando Zor e Maiara voltam mais uma vez?

Obrigado! Seu voto foi enviado.