X

NOTÍCIAS

Publicada em 25/06/2022 às 00:00 | Atualizada em 24/06/2022 às 17:41

Angela Dippe faz crítica à pressão estética contra as mulheres e relembra comentário desagradável sobre look: Nem parece uma atriz

A atriz está estrelando uma peça sobre a história da ex-primeira-dama Maria Thereza Goulart

Gabrielle Torquato

Divulgação

Angela Dippe passou uma longa temporada em São Paulo com o espetáculo Maria Thereza e Dener. A última noite de apresentação acontece no próximo domingo,dia 26, no Teatro UOL. Em entrevista ao ESTRELANDO, a atriz contou que tem adorado dar vida a ex-primeira-dama nos palcos.

Tudo começou com um passeio por uma livraria. Entre muitas opções de títulos, Dippe se viu encantada com a obra de Wagner William, nomeada Uma Mulher Vestida de Silêncio. O livro é uma biografia de Maria Thereza, e conta em detalhes desde sua infância, passando pelo governo de João Goulart, o exílio no Uruguai, até os dias de hoje.

Encantada com a obra, Angela começou a produzir uma peça com o recorte da amizade de Maria Thereza com Dener Pamplona, seu estilista na época.

 - Comecei a ler, e o livro é muito gostoso. E aí eu entrei em contato com o escritor. Eu vi que tinha esse recorte ali dentro, da amizade dela com o Denner. E aí fizemos.

Além da amizade dela com Dener, um dos pontos muito bem explorados pela peça é a cobrança sofrida por Maria Thereza pelos jornais da época.

 - Ela tinha uma cobrança da imprensa e das pessoas. Se ela tava muito simples, falavam que ela tava muito simples. Se ela tava muito chique, falava que ela tava usando roupas do exterior. [..] Ela ser bonita e jovem era uma coisa boa, mas também descredibiliza ela. Na época, ser uma mulher bonita era ser uma mulher burra.

Em sua carreira, Dippe conta que não sofreu essa pressão estética de forma tão intensa quanto Maria Thereza, mas lembrou de quando foi dar uma entrevista e acabou ouvindo um comentário desagradável sobre seu look.

- Ele chegou pra mim e falou: Nossa, nem parece uma atriz.

Mas não que isso preocupe muito Angela. Em um desabafo ao ESTRELANDO, ela conta que sempre foi muito vaidosa, tanto pela carreira, quanto para agradar a si própria.

 - Se você for uma pessoa famosa, você vai ser cancelada ou adorada. Tem uma legião de fãs que te derruba e que te joga pra cima. 

Confira a sinopse da peça:

A jovem esposa do presidente João Goulart precisa de um costureiro-estilista de grande nível. E ele, atrevido, logo se oferece para o cargo. Além de costureiro particular, Dener se torna conselheiro e preparador de Maria Thereza para a vida social obrigatória e digna da jovem primeira-dama mais bonita do mundo, frequentemente comparada a Jacqueline Kennedy.

A bela e sincera amizade entre Maria Thereza e Dener é usada em cena como um artifício para que o público possa revisitar historicamente a política brasileira desse período turbulento e pensar em suas consequências para o país até hoje. Ao longo dos anos, Maria Thereza revela grandes mudanças: de jovem despreparada para a vida política brasileira a esposa participativa e influente do presidente João Goulart, que está em vias de ser deposto e vê a renúncia como a única forma para não haver tumulto, violência, guerra civil e derramamento de sangue no país.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Assim como vários famosos, você ficou chocado com a flexibilidade de Gracyanne Barbosa?

Obrigado! Seu voto foi enviado.