X

NOTÍCIAS

Publicada em 06/07/2022 às 17:08 | Atualizada em 06/07/2022 às 17:08

A pedido de Glória Perez, assassinos de Daniella Perez não foram ouvidos no documentário sobre o crime

A exigência foi feita pela escritora para que ela aceitasse participar do projeto da HBO Max

Da Redação

Divulgação

Na última terça-feira, dia 5, o trailer de Pacto Brutal: O assassinato de Daniella Perez foi divulgado nas redes sociais. A série documental promete revelar a verdade sobre esse crime que chocou o Brasil. Porém, a produção não contará com os depoimentos dos assassinos da atriz: Guilherme de Pádua e Paula Thomaz.

Esse foi o requisito para que Glória Perez, mãe de Daniella, concordasse em participar do projeto. No trailer do documentário, a autora de telenovelas revelou que deseja contar o caso da forma que ele realmente aconteceu.

Mesmo sem os depoimentos dos dois criminosos, Pacto Brutal terá declarações inéditas de outros envolvidos no julgamento, como o promotor do caso, Piñero Filho, a jornalista que entrevistou os assassinos, Elsa Boechat, e a testemunha principal do caso, Antônio Curado.

Além falar sobre o assassinato de sua filha, Glória Perez também compartilhou todo o seu acervo sobre a atriz com a produção da série. Pacto Brutal: O assassinato de Daniella Perez será disponibilizado na HBO Max no dia 21 de julho.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você é igual ao Caio Castro no primeiro encontro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.