X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/08/2022 às 00:00 | Atualizada em 03/08/2022 às 19:04

Elenco de O Palestrante, filme de Fábio Porchat e Dani Calabresa, promete muitas risadas e diversão

O longa estreia nesta quinta-feira, dia 4

Livia Veiga

Livia Veiga

Está com saudade de uma comédia romântica clichê, mas cheia de boas piadas? Então O Palestrante é a escolha perfeita! A história foi idealizada por Fábio Porchat e escrita em parceira com outros roteiristas. O longa foi gravado em 2018, porém por conta da pandemia a equipe decidiu esperar um pouquinho para lançá-lo.

Os cartazes já estão em inúmeros cinemas no Brasil, a estreia acontece nesta quinta-feira, dia 4, e sem dúvidas vai arrancar muitas risadas do público. O Palestrante conta a vida de Guilherme Assis, vivido por Fábio, um contador que vive uma vida pacata, mas seu mundo vira de ponta cabeça quando é demitido e descobre que sua noiva, interpretada por Letícia Lima, está o traindo.

Totalmente desesperado e sem saber o que deve fazer, o personagem de Porchat decide então embarcar em uma viagem ao Rio de Janeiro e lá começa a se passar por outra pessoa, um coach chamado Marcelo Gonçalves. O personagem se desespera inúmeras vezes porque não sabe como dar as palestras e ainda sente um peso muito maior porque Denise, a personagem de Dani Calabresa, revela que todo o seu futuro está nas mãos de Marcelo, que na verdade é Guilherme.

Durante o bate-papo que o ESTRELANDO esteve presente, Porchat revelou de onde surgiu a ideia de fazer seu personagem se passar por outra pessoa:

- A ideia veio de uma tristeza minha. Sempre que eu saia do aeroporto, no desembarque, nunca tinha ninguém me esperando, sempre tem um monte de gente com plaquinha e eu sempre penso: Poxa, a pessoa que tem uma plaquinha é tão feliz, porque tem alguém que gosta dela, tem alguém que quer ela de alguma forma. E eu sempre saia e nunca tinha uma plaquinha me esperando. E eu lá, quando comecei a fazer stand-up em 2006, 2007, um dia eu pensei: E se eu virar para essa pessoa e falasse: 'Sou eu, eu sou esse Cláudio', geralmente quem está esperando é um motorista, é um cara que nem sabe exatamente quem é, então eu guardei essa ideia para mim.

A verdade é que Denise é dona de uma empresa que trabalha com tomadas, porém todos os seus funcionários a odeiam desde que seu pai morreu. Ela busca, através dessas palestras, que seus gerentes, vividos por Paulo Vieira, Miá Mello e Otávio Muller, comecem a gostar dela. Essa ideia surgiu da roteirista Cláudia Jouvin, que decidiu transformar um palestrante em personagem principal da obra.

O roteiro foi montado ao longo de um ano e desde o início Porchat já sabe que queria ter Dani Calabresa no elenco, isso porque os dois já desejavam gravar algo juntos como um casal.

Parece que o filme O Palestrante não estava sendo muito aguardado apenas pelos fãs, mas também pelo o elenco.

- Eu queria trabalhar com o Porchat, eu amei a história, amei o roteiro e eu amo comédia romântica, começou Calabresa. E aí quando eu vi, e a gente fez a primeira leitura, eu entendi que aquela personagem está em um lugar cagado, ela tá num cargo que ela não queria estar, substituindo o pai dela, foi traída e ela está num casulo, ela vai desabrochando depois de se apaixonar pelo Guilherme. E eu achei isso legal, mesmo não tendo um monte de piada, esse é um desafio de atriz diferente.

De fato Denise é uma das personagens mais sérias do longa, totalmente diferente da personalidade de Dani. E segundo todo o elenco, foi bastante difícil segurar a risada durante as gravações, isso porque todos são muito bons com piadas e brincadeiras.

Miá Mello ainda contou que Otávio Muller deixou sua marca registrada neles para sempre, que foi o ditado baixo astral, que o ator costuma usar quando as coisas não estão muito animadas.

- Ele tem uma expressão, que é uma gíria carioca, mas eu só ouvi dele, que é: baixo astral, revelou a atriz imitando a voz do colega. E virou a minha vida, até hoje eu falo baixo astral, lembrando de Otávio.

O elenco também contou que o ator até tentou redecorar o quarto de hotel que eles ficaram em Itaipava, no Rio de Janeiro. Segundo o relato de Paulo Vieira, o colega queria colocar uma poltrona baixa para poder ler o roteiro de forma mais confortável.

Se os bastidores já foram hilários, imagina o filme em si, né? O Palestrante já está em cartaz em vários cinemas e promete arrancar muita risada do público, com uma história leve e, em partes, até previsível, é um bom programa para se divertir e dar uma relaxada.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

De qual lado da polêmica envolvenco Amaury Nunes e Karina Bacchi você está?

Obrigado! Seu voto foi enviado.