X

NOTÍCIAS

Publicada em 06/08/2023 às 09:58 | Atualizada em 06/08/2023 às 09:58

Wanessa Camargo entrega que sofre de ansiedade e crises de pânico: Fui ao fundo do poço

A cantora desabafou que cuida da saúde mental diariamente e ainda não está curada

Da Redação

Divulgação

Apesar da fama e de todo o glamour, os famosos também são gente como a gente. Wanessa Camargo abriu o coração e entregou que sofre de ansiedade e crises de pânico, que só piorou depois da pandemia da Covid-19.

Em entrevista ao jornal O Globo, a cantora desabafou:

Fui ao fundo do poço. Vivi um medo absurdo. E precisei me salvar. O pânico, meu pior inimigo, foi o que me fez falar: Agora ou é a a morte ou é aprender a reconstruir a vida. O amor-próprio me trouxe a cura. Não é que eu diga: Ai, sou perfeita e maravilhosa! Olho para mim com mais cuidado, aceitando minhas dificuldades.

Camargo disse que cuida da saúde mental diariamente e ainda não está curada.

Estou em um processo de cura que leva uma vida inteira. A liberdade é fruto de um processo, e só entendi isso agora.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual dos últimos acontecimentos do mundo dos famosos mexeu mais com você?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Wanessa Camargo entrega que sofre de ansiedade e crises de pânico: <I>Fui ao fundo do poço</I>

Wanessa Camargo entrega que sofre de ansiedade e crises de pânico: Fui ao fundo do poço

18/Jul/

Apesar da fama e de todo o glamour, os famosos também são gente como a gente. Wanessa Camargo abriu o coração e entregou que sofre de ansiedade e crises de pânico, que só piorou depois da pandemia da Covid-19.

Em entrevista ao jornal O Globo, a cantora desabafou:

Fui ao fundo do poço. Vivi um medo absurdo. E precisei me salvar. O pânico, meu pior inimigo, foi o que me fez falar: Agora ou é a a morte ou é aprender a reconstruir a vida. O amor-próprio me trouxe a cura. Não é que eu diga: Ai, sou perfeita e maravilhosa! Olho para mim com mais cuidado, aceitando minhas dificuldades.

Camargo disse que cuida da saúde mental diariamente e ainda não está curada.

Estou em um processo de cura que leva uma vida inteira. A liberdade é fruto de um processo, e só entendi isso agora.