X

NOTÍCIAS

Publicada em 24/08/2023 às 17:35 | Atualizada em 24/08/2023 às 17:37

Eduardo Silva, ator de Castelo Rá-Tim-Bum, fala sobre dependência alcoólica: - Tive algumas internações

O ator também relembrou o início de sua carreira durante participação no programa Persona

Da Redação

Divulgação

Eduardo Silva, o eterno Bongô do clássico infantil Castelo Rá-Tim-Bum, foi o convidado especial do Persona, programa exibido na TV Cultura. Durante sua participação, o ator, de 58 anos de idade, falou sobre a carreira e a vida pessoal. 

Eduardo relembrou com carinho como deu o pontapé em sua carreira:

- Estava voltando da feira no Largo do Arouche e vi o Antonio Fonzar, ator que estava fazendo sucesso com Silvio Santos. Disse a ele que também queria ser artista e ele me deu um cartão, pediu para que minha mãe telefonasse. Tempos depois, me chamaram. Fiz teste na TVS, o antigo SBT, e estreei na novela Solar Paraíso.

Em outro momento, Eduardo falou abertamente sobre a sua dependência alcoólica:

- Sou dependente alcoólico. Sou alcoólico. Não posso beber uma dose hoje porque, se eu tomar uma dose hoje, na semana que vem estarei tomando um litro. Tive algumas internações por causa dessa dependência. É difícil você assumir que você é alcoólico. Depois da primeira internação, achei que fosse conseguir beber apenas socialmente, mas não é assim. É genético e 10% da população do mundo tem pré-disposição a ter essa doença.

O artista também revelou que já foi muito prejudicado em sua vida por conta da dependência:

- Muito. Profissionalmente e em relacionamentos. Em dezembro (de 2022), completei 10 anos sem beber.

Claro que durante sua participação, ele relembrou de Bongô:

- O Bongô seria empregado no Castelo, mas a TV Cultura sempre foi muito preocupada com o politicamente correto. Pô, empregado, não. Não vamos pegar um preto para fazer empregado. É racismo. E eu: Ah, então vamos colocá-lo como filho do dono da pizzaria. Também não quiseram porque preto não tem pizzaria. Enfim, lembro que estava todo feliz, tinha passado no teste, ia trabalhar na TV Cultura. Aí, resolveram fazer mais testes de maquiagem e me tornei o entregador de pizzas do Castelo. E foi o personagem que mais me trouxe projeção no audiovisual.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual casal do mundo dos famosos está mais apaixonado atualmente?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Eduardo Silva, ator de <i>Castelo Rá-Tim-Bum</i>, fala sobre dependência alcoólica: <i>- Tive algumas internações</i>

Eduardo Silva, ator de Castelo Rá-Tim-Bum, fala sobre dependência alcoólica: - Tive algumas internações

03/Mar/

Eduardo Silva, o eterno Bongô do clássico infantil Castelo Rá-Tim-Bum, foi o convidado especial do Persona, programa exibido na TV Cultura. Durante sua participação, o ator, de 58 anos de idade, falou sobre a carreira e a vida pessoal. 

Eduardo relembrou com carinho como deu o pontapé em sua carreira:

- Estava voltando da feira no Largo do Arouche e vi o Antonio Fonzar, ator que estava fazendo sucesso com Silvio Santos. Disse a ele que também queria ser artista e ele me deu um cartão, pediu para que minha mãe telefonasse. Tempos depois, me chamaram. Fiz teste na TVS, o antigo SBT, e estreei na novela Solar Paraíso.

Em outro momento, Eduardo falou abertamente sobre a sua dependência alcoólica:

- Sou dependente alcoólico. Sou alcoólico. Não posso beber uma dose hoje porque, se eu tomar uma dose hoje, na semana que vem estarei tomando um litro. Tive algumas internações por causa dessa dependência. É difícil você assumir que você é alcoólico. Depois da primeira internação, achei que fosse conseguir beber apenas socialmente, mas não é assim. É genético e 10% da população do mundo tem pré-disposição a ter essa doença.

O artista também revelou que já foi muito prejudicado em sua vida por conta da dependência:

- Muito. Profissionalmente e em relacionamentos. Em dezembro (de 2022), completei 10 anos sem beber.

Claro que durante sua participação, ele relembrou de Bongô:

- O Bongô seria empregado no Castelo, mas a TV Cultura sempre foi muito preocupada com o politicamente correto. Pô, empregado, não. Não vamos pegar um preto para fazer empregado. É racismo. E eu: Ah, então vamos colocá-lo como filho do dono da pizzaria. Também não quiseram porque preto não tem pizzaria. Enfim, lembro que estava todo feliz, tinha passado no teste, ia trabalhar na TV Cultura. Aí, resolveram fazer mais testes de maquiagem e me tornei o entregador de pizzas do Castelo. E foi o personagem que mais me trouxe projeção no audiovisual.