X

NOTÍCIAS

Publicada em 09/10/2023 às 09:50 | Atualizada em 09/10/2023 às 10:26

Fausto Silva revela como foi passar pelo transplante de coração: Você sente a diferença na hora

O apresentador concedeu a primeira entrevista após a cirurgia para Record TV

Da Redação

Divulgação-Record TV

Fausto Silva concedeu sua primeira entrevista na televisão após passar pela cirurgia de transplante de coração. O apresentador bateu um papo com o Domingo Espetacular para falar sobre a experiência de passar pela cirurgia e ainda rebater os rumores de que havia furado a fila. 

- A gente sabe que a internet abriu espaço para todos os imbecis do mundo, você tem que conviver [com esse tipo de fake news]. O cara que me conhece [sabe que eu não faria isso]. Quem pensa o mal é gente do mal, tem muita gente que só pensa no mal e esse tipo tem em todo lugar.

Silva ainda completou dizendo estar vivendo uma nova experiência de vida:

- Quem recebe uma benção como essa tem que pensar muito. Fui agraciado de continuar vivendo com minha família, com meus amigos, então tem que repensar muita coisa. A gente perde tempo com besteira, se irrita com bobagens. Você imagina, depois de ter trabalhado 60 anos, passado por transplante, você acha que um cara com o mínimo de caráter, sensibilidade, pode ter mágoa, rancor? Não cabe mais isso, a vida passa muito rápido, você tem que estar preparado para ter essa consciência.

Faustão ainda relembrou o processo com a doença e conta que não teve vícios que poderiam ter levado a condição:

- Na verdade, já sabia que um dia teria que fazer cirurgia do coração, não sabia que seria transplante. Uma questão de genética, [sou] um cara que nunca fumou, bebeu, usou drogas. Talvez seja pela genética do lado do meu avô paterno, pode ter sido isso, mas, enfim, tive que enfrenta.

E continua:

- Aí falaram, chegou a hora. A grande sorte minha foi o tipo de sangue, e a partir desse momento já tinha resolvido minha vida, ao mesmo tempo, falei tem que ser, vamos embora. Sou pragmático, tenho muita fé, falava que quem decide é o lá de cima. Você tem que rezar e esperar o melhor.

O apresentador ainda conta que sentiu diferença logo ao acordar da cirurgia:

- A cirurgia é o de menos. Instalou, coração já começou a funcionar, o problema é a pele seca, ficar 45 dias em cama de hospital, musculatura [precisar] refazer tudo, reabilitação com fisioterapia, muita disciplina. Eu acordei um dia depois e já me sentia um carro velho com motor novo, tem que consertar o resto do carro. Agora fico animado. É impressionante porque você sente a diferença na hora, no dia depois eu sinto que o coração é outro.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que agora Bruna Marquezine e João Guilherme assumiram o romance?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Fausto Silva revela como foi passar pelo transplante de coração: <I>Você sente a diferença na hora</i>

Fausto Silva revela como foi passar pelo transplante de coração: Você sente a diferença na hora

15/Jun/

Fausto Silva concedeu sua primeira entrevista na televisão após passar pela cirurgia de transplante de coração. O apresentador bateu um papo com o Domingo Espetacular para falar sobre a experiência de passar pela cirurgia e ainda rebater os rumores de que havia furado a fila. 

- A gente sabe que a internet abriu espaço para todos os imbecis do mundo, você tem que conviver [com esse tipo de fake news]. O cara que me conhece [sabe que eu não faria isso]. Quem pensa o mal é gente do mal, tem muita gente que só pensa no mal e esse tipo tem em todo lugar.

Silva ainda completou dizendo estar vivendo uma nova experiência de vida:

- Quem recebe uma benção como essa tem que pensar muito. Fui agraciado de continuar vivendo com minha família, com meus amigos, então tem que repensar muita coisa. A gente perde tempo com besteira, se irrita com bobagens. Você imagina, depois de ter trabalhado 60 anos, passado por transplante, você acha que um cara com o mínimo de caráter, sensibilidade, pode ter mágoa, rancor? Não cabe mais isso, a vida passa muito rápido, você tem que estar preparado para ter essa consciência.

Faustão ainda relembrou o processo com a doença e conta que não teve vícios que poderiam ter levado a condição:

- Na verdade, já sabia que um dia teria que fazer cirurgia do coração, não sabia que seria transplante. Uma questão de genética, [sou] um cara que nunca fumou, bebeu, usou drogas. Talvez seja pela genética do lado do meu avô paterno, pode ter sido isso, mas, enfim, tive que enfrenta.

E continua:

- Aí falaram, chegou a hora. A grande sorte minha foi o tipo de sangue, e a partir desse momento já tinha resolvido minha vida, ao mesmo tempo, falei tem que ser, vamos embora. Sou pragmático, tenho muita fé, falava que quem decide é o lá de cima. Você tem que rezar e esperar o melhor.

O apresentador ainda conta que sentiu diferença logo ao acordar da cirurgia:

- A cirurgia é o de menos. Instalou, coração já começou a funcionar, o problema é a pele seca, ficar 45 dias em cama de hospital, musculatura [precisar] refazer tudo, reabilitação com fisioterapia, muita disciplina. Eu acordei um dia depois e já me sentia um carro velho com motor novo, tem que consertar o resto do carro. Agora fico animado. É impressionante porque você sente a diferença na hora, no dia depois eu sinto que o coração é outro.