X

NOTÍCIAS

Publicada em 29/05/2024 às 16:19 | Atualizada em 29/05/2024 às 16:19

Maitê Proença relembra compra equivocada de vibrador em sex shop: Não ia dar

A atriz compartilhou o momento no Que História é Essa, Porchat?

Da Redação

Divulgação

Maitê Proença dividiu uma lembrança que viveu no passado com uma compra não muito agradável no sex shop. Durante sua participação no Que História é Essa, Porchat?, a atriz contou a experiência e confessou que não fez uma escolha muito certa na hora da compra. 

Por ser uma artista famosa, ela confessou que tem vergonha de frequentar esse tipo de loja no Brasil. Por isso, em uma viagem no exterior, Maitê decidiu se aventurar em um sex shop que, segundo ela, parecia um shopping center. 

- Tinha de tudo! Bonecas infláveis, roupa de enfermeira, calcinha rendada com buraquinho no meio... aquilo intimida um pouco, aquela quantidade de coisa, contou. 

Depois de explorar o lugar, ela se interessou por uma área específica da loja: a dos vibradores. A atriz contou que se interessou por um, logo de cara, revelando que ele parecia ser de verdade, até na flexibilidade:

- Peguei, comprei aquele negócio. O cara botou dentro da caixa, levei para o Brasil e nem abri, fiquei com medo da alfândega. Quando eu cheguei em casa que eu abri aquela coisa... sabe, eu sou uma pessoa pequena! Não ia dar, confessou.

Tempo depois, Maitê se deu conta de que precisaria fazer um desapego do brinquedo que não lhe serviu:

Era Natal. Embrulhei ele, estava limpinho, pouco uso. [Peguei] papel celofane, botei numa caixa com laço e mandei para uma amiga minha com um cartão escrito: seu peru de Natal!. Mandei entregar na casa dela

A amiga, recém-casada, estava preparando a ceia para sua família e do marido, então deixou o presente de lado. A atriz disse que a ceia estava indo muito bem quando, de repente, o cachorro do casal apareceu no meio do jantar com o objeto - vibrando - na boca!

- Resultado: foi um fiasco o jantar! Porque ela era a única adulta mulher da casa. E o que ela estaria fazendo com um negócio daquele sendo recém-casada? Por que ela precisaria disso? Como explicar para a sogra?, falou Maitê. 

Ela disse que foi um grande constrangimento para a amiga na época. Hoje, a colega é divorciada e até hoje não fala muito com a atriz global. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Bruna Biancardi e Neymar Jr. retomaram o relacionamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Maitê Proença relembra compra equivocada de vibrador em <i>sex shop: Não ia dar</i>

Maitê Proença relembra compra equivocada de vibrador em sex shop: Não ia dar

20/Jun/

Maitê Proença dividiu uma lembrança que viveu no passado com uma compra não muito agradável no sex shop. Durante sua participação no Que História é Essa, Porchat?, a atriz contou a experiência e confessou que não fez uma escolha muito certa na hora da compra. 

Por ser uma artista famosa, ela confessou que tem vergonha de frequentar esse tipo de loja no Brasil. Por isso, em uma viagem no exterior, Maitê decidiu se aventurar em um sex shop que, segundo ela, parecia um shopping center. 

- Tinha de tudo! Bonecas infláveis, roupa de enfermeira, calcinha rendada com buraquinho no meio... aquilo intimida um pouco, aquela quantidade de coisa, contou. 

Depois de explorar o lugar, ela se interessou por uma área específica da loja: a dos vibradores. A atriz contou que se interessou por um, logo de cara, revelando que ele parecia ser de verdade, até na flexibilidade:

- Peguei, comprei aquele negócio. O cara botou dentro da caixa, levei para o Brasil e nem abri, fiquei com medo da alfândega. Quando eu cheguei em casa que eu abri aquela coisa... sabe, eu sou uma pessoa pequena! Não ia dar, confessou.

Tempo depois, Maitê se deu conta de que precisaria fazer um desapego do brinquedo que não lhe serviu:

Era Natal. Embrulhei ele, estava limpinho, pouco uso. [Peguei] papel celofane, botei numa caixa com laço e mandei para uma amiga minha com um cartão escrito: seu peru de Natal!. Mandei entregar na casa dela

A amiga, recém-casada, estava preparando a ceia para sua família e do marido, então deixou o presente de lado. A atriz disse que a ceia estava indo muito bem quando, de repente, o cachorro do casal apareceu no meio do jantar com o objeto - vibrando - na boca!

- Resultado: foi um fiasco o jantar! Porque ela era a única adulta mulher da casa. E o que ela estaria fazendo com um negócio daquele sendo recém-casada? Por que ela precisaria disso? Como explicar para a sogra?, falou Maitê. 

Ela disse que foi um grande constrangimento para a amiga na época. Hoje, a colega é divorciada e até hoje não fala muito com a atriz global.