X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/07/2024 às 13:51 | Atualizada em 10/07/2024 às 13:54

No reencontro de Casamento às Cegas, Ingrid sugere ter sofrido abuso sexual de Leandro durante o relacionamento

A participante fez um forte relato

Da Redação

Divulgação-Netflix

Nesta quarta-feira, dia 10, finalmente foi liberado na Netflix o episódio que mostra o reencontro de todos os participantes da quarta temporada de Casamento às Cegas: Brasil. Enquanto cada um dos casais contava se ainda estão juntos após dizer sim no altar, Ingrid Santa Rita fez uma revelação chocante. 

Ingrid disse que não está mais casada com Leandro Marçal e causou forte comoção no público do reality show com seu relato sobre o que vivenciou durante o relacionamento. Ao ser questionava por Kléber Tolledo sobre qual foi o ponto que levou à separação, ela respondeu:

- O que me fez terminar com o Leandro foi a falta de respeito, que você [Leandro] não teve. Quando eu escolhi você como marido, imaginei que por você ter três irmãs saberia o que não fazer. Você não soube, me desrespeitou por diversas vezes. Eu te protegi todos os dias dentro do reality, desde o primeiro dia, desde a lua de mel. 

Em seguida, explicou os problemas de intimidade que enfrentavam e disse que sempre tentou ajudá-lo da melhor forma. 

- Para quem tem dúvida, o problema sexual era do Leandro. Ele era brocha. Deve ser ainda. Você era o brocha, não eu. Eu te protegi todos os dias. Eu entendi, eu te acolhi, como homem, como homem preto, tirando todo o estereótipo de que um homem preto precisa estar sempre pronto para um sexo bom com uma mulher preta. Só que quando a gente foi para a minha casa, você quis resolver sozinho, Leandro. Eu falei para você: Vai fazer terapia, eu vou esperar, vou ter paciência com você, assim como eu tive no programa. Quando tudo isso acabar e diluir, eu vou estar aqui ainda te esperando, a gente vai se reconectar, a gente faz uma terapia em casal e a gente se reconecta. 

A participante então deu a entender que sofreu abuso sexual de Leandro. 

- O que você fazia, Leandro? Você lembra o que você fazia? Você esperava eu dormir. Você, em momento nenhum comigo acordada, você dizia: Ingrid, ô, amor, vamos tentar ficar aqui juntinhos. Naquela última semana, todos os dias, até seis, sete horas da manhã. Primeiro eu dormia pelada. Depois, eu dormia de calcinha. Depois, passei a dormir de pijama. Depois, peguei o travesseiro e dormia para baixo da cama. Depois, fui dormir no meu sofá. Fugindo de você na minha cama. No meu quarto. Na minha casa. No travesseiro que eu comprei. Porque agora eu jogo na sua cara. 

E continuou o relato:

- Você não me respeitou em dia nenhum, e por isso terminei com você. Porque no dia que minhas filhas me encontraram no chão tendo uma crise de pânico pedindo pelo amor de Deus para você não tocar no meu corpo, eu pedi para você não me tocar. Eu pedi para você não me tocar. Eu pedi mais de uma vez, Leandro, para você não me tocar e você não me respeitava. Você não me ouvia, você queria resolver seu problema erétil com você. Era o teu ego, suas mentiras, era tua proteção porque queria manter o casamento da sua forma suja, imunda.

Ingrid não conseguiu conter as lágrimas e começou a chorar enquanto falava. Ela deixou claro que não quer que o ex-marido volte a se aproximar dela. 

- Tenho nojo de você. Quero deixar muito claro. Eu tenho nojo da sua voz. Tenho nojo da sua boca. Tenho nojo do jeito que você me olha. Eu tenho nojo de você. Não quero você perto de mim. Eu não quero aproximação nenhuma. Estou deixando claro para que todos ouçam. Eu não quero esse homem perto de mim. Você não tem o direito de estar perto de mim, porque eu não quero. Você não me respeitou em momento nenhum. Me dá o nome, Leandro, do que você fez comigo.

Quando chegou a vez de Leandro falar, ele afirmou que o relacionamento nunca foi saudável e tinha algumas dúvidas. 

- Participando do programa, começamos a ter uma relação, ela nunca foi amistosa. Nunca foi saudável de fato, nunca conseguimos realmente nos conectar. Na nossa parte sexual, foi algo que pegou muito. Em determinado momento, fiz exame, fui procurar ajuda e entender o que estava acontecendo. Não era um problema físico, era psicológico. Eu senti que a gente não estava 100%, mas eu estava apaixonado por ela, totalmente envolvido. Ela é uma pessoa que está me ajudando muito, que amo, que tem um futuro. Então senti muito que sim. O meu sim sempre foi sério, sempre foi sincero. Eu nunca titubeei no meu sim. Em determinados momentos, eu identifiquei que a Ingrid ficava entre sim e não, será que tinha aquele: Amo o Leandro a ponto de querer ficar com ele pelo resto da vida? Será que conseguiremos entender os problemas que cada um traz? Eu com meus traumas de infância, de adulto. Ela com traumas de vários relacionamentos com rapazes pretos que não deram certo.

E também citou os problemas de intimidade:

- Na parte sexual, já conversamos, nunca falei que fui certo. Fui errado em tentar resolver um problema dentro do nosso relacionamento que era o principal de falar: Leandro, 50% de relacionamento é sexo, tem que ajustar. Fui buscar ajuda, mas as coisas não são rápidas quando se faz sessões de terapia, não é da noite para o dia Só que quando estava fazendo as sessões, a gente estava do meio para o final. Nosso relacionamento já estava realmente horrível. E a parte sexual foi um problema nosso. De eu entender de achar que isso daqui é o que vai resolver o problema do relacionamento. O ego de eu achar que resolvendo isso o relacionamento vai andar. 

Por fim, declarou:

- Nosso relacionamento não deu certo. Eu te peço desculpas como já pedi diversas vezes. Já tentei falar com você para realmente pedir desculpas e entendo o que foi o meu erro, mas entendo também que o relacionamento é feito a dois. Nosso relacionamento não terminou naquela semana, ele já tinha terminado. Você não teve coragem de falar que você não queria mais. 

Procurada pelo ESTRELANDO, a Netflix ainda não se pronunciou sobre o assunto. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual dos últimos acontecimentos do mundo dos famosos mexeu mais com você?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

No reencontro de <i>Casamento às Cegas</i>, Ingrid sugere ter sofrido abuso sexual de Leandro durante o relacionamento

No reencontro de Casamento às Cegas, Ingrid sugere ter sofrido abuso sexual de Leandro durante o relacionamento

15/Jul/

Nesta quarta-feira, dia 10, finalmente foi liberado na Netflix o episódio que mostra o reencontro de todos os participantes da quarta temporada de Casamento às Cegas: Brasil. Enquanto cada um dos casais contava se ainda estão juntos após dizer sim no altar, Ingrid Santa Rita fez uma revelação chocante. 

Ingrid disse que não está mais casada com Leandro Marçal e causou forte comoção no público do reality show com seu relato sobre o que vivenciou durante o relacionamento. Ao ser questionava por Kléber Tolledo sobre qual foi o ponto que levou à separação, ela respondeu:

- O que me fez terminar com o Leandro foi a falta de respeito, que você [Leandro] não teve. Quando eu escolhi você como marido, imaginei que por você ter três irmãs saberia o que não fazer. Você não soube, me desrespeitou por diversas vezes. Eu te protegi todos os dias dentro do reality, desde o primeiro dia, desde a lua de mel. 

Em seguida, explicou os problemas de intimidade que enfrentavam e disse que sempre tentou ajudá-lo da melhor forma. 

- Para quem tem dúvida, o problema sexual era do Leandro. Ele era brocha. Deve ser ainda. Você era o brocha, não eu. Eu te protegi todos os dias. Eu entendi, eu te acolhi, como homem, como homem preto, tirando todo o estereótipo de que um homem preto precisa estar sempre pronto para um sexo bom com uma mulher preta. Só que quando a gente foi para a minha casa, você quis resolver sozinho, Leandro. Eu falei para você: Vai fazer terapia, eu vou esperar, vou ter paciência com você, assim como eu tive no programa. Quando tudo isso acabar e diluir, eu vou estar aqui ainda te esperando, a gente vai se reconectar, a gente faz uma terapia em casal e a gente se reconecta. 

A participante então deu a entender que sofreu abuso sexual de Leandro. 

- O que você fazia, Leandro? Você lembra o que você fazia? Você esperava eu dormir. Você, em momento nenhum comigo acordada, você dizia: Ingrid, ô, amor, vamos tentar ficar aqui juntinhos. Naquela última semana, todos os dias, até seis, sete horas da manhã. Primeiro eu dormia pelada. Depois, eu dormia de calcinha. Depois, passei a dormir de pijama. Depois, peguei o travesseiro e dormia para baixo da cama. Depois, fui dormir no meu sofá. Fugindo de você na minha cama. No meu quarto. Na minha casa. No travesseiro que eu comprei. Porque agora eu jogo na sua cara. 

E continuou o relato:

- Você não me respeitou em dia nenhum, e por isso terminei com você. Porque no dia que minhas filhas me encontraram no chão tendo uma crise de pânico pedindo pelo amor de Deus para você não tocar no meu corpo, eu pedi para você não me tocar. Eu pedi para você não me tocar. Eu pedi mais de uma vez, Leandro, para você não me tocar e você não me respeitava. Você não me ouvia, você queria resolver seu problema erétil com você. Era o teu ego, suas mentiras, era tua proteção porque queria manter o casamento da sua forma suja, imunda.

Ingrid não conseguiu conter as lágrimas e começou a chorar enquanto falava. Ela deixou claro que não quer que o ex-marido volte a se aproximar dela. 

- Tenho nojo de você. Quero deixar muito claro. Eu tenho nojo da sua voz. Tenho nojo da sua boca. Tenho nojo do jeito que você me olha. Eu tenho nojo de você. Não quero você perto de mim. Eu não quero aproximação nenhuma. Estou deixando claro para que todos ouçam. Eu não quero esse homem perto de mim. Você não tem o direito de estar perto de mim, porque eu não quero. Você não me respeitou em momento nenhum. Me dá o nome, Leandro, do que você fez comigo.

Quando chegou a vez de Leandro falar, ele afirmou que o relacionamento nunca foi saudável e tinha algumas dúvidas. 

- Participando do programa, começamos a ter uma relação, ela nunca foi amistosa. Nunca foi saudável de fato, nunca conseguimos realmente nos conectar. Na nossa parte sexual, foi algo que pegou muito. Em determinado momento, fiz exame, fui procurar ajuda e entender o que estava acontecendo. Não era um problema físico, era psicológico. Eu senti que a gente não estava 100%, mas eu estava apaixonado por ela, totalmente envolvido. Ela é uma pessoa que está me ajudando muito, que amo, que tem um futuro. Então senti muito que sim. O meu sim sempre foi sério, sempre foi sincero. Eu nunca titubeei no meu sim. Em determinados momentos, eu identifiquei que a Ingrid ficava entre sim e não, será que tinha aquele: Amo o Leandro a ponto de querer ficar com ele pelo resto da vida? Será que conseguiremos entender os problemas que cada um traz? Eu com meus traumas de infância, de adulto. Ela com traumas de vários relacionamentos com rapazes pretos que não deram certo.

E também citou os problemas de intimidade:

- Na parte sexual, já conversamos, nunca falei que fui certo. Fui errado em tentar resolver um problema dentro do nosso relacionamento que era o principal de falar: Leandro, 50% de relacionamento é sexo, tem que ajustar. Fui buscar ajuda, mas as coisas não são rápidas quando se faz sessões de terapia, não é da noite para o dia Só que quando estava fazendo as sessões, a gente estava do meio para o final. Nosso relacionamento já estava realmente horrível. E a parte sexual foi um problema nosso. De eu entender de achar que isso daqui é o que vai resolver o problema do relacionamento. O ego de eu achar que resolvendo isso o relacionamento vai andar. 

Por fim, declarou:

- Nosso relacionamento não deu certo. Eu te peço desculpas como já pedi diversas vezes. Já tentei falar com você para realmente pedir desculpas e entendo o que foi o meu erro, mas entendo também que o relacionamento é feito a dois. Nosso relacionamento não terminou naquela semana, ele já tinha terminado. Você não teve coragem de falar que você não queria mais. 

Procurada pelo ESTRELANDO, a Netflix ainda não se pronunciou sobre o assunto.