X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/07/2015 às 13:56 | Atualizada em 04/07/2015 às 14:34

Médica acusada pela morte de Joan Rivers quebra silêncio e triplex da comediante é vendido por quantia milionária

A médica se defendeu das acusações de que teria cuidado de Joan Rivers de forma despreocupada

Da Redação

Divulgação

A médica que operou Joan Rivers resolveu quebrar o silencio e se defender das acusações de que teria sido negligente durante a cirurgia de garganta da comediante.

De acordo com o Page Six, a Dra. Gwen Korovin negou as acusações judiciais de que teria tirado uma foto com outro médico e Joan durante o procedimento cirúrgico, que supostamente causou a morte da apresentadora, além de afirmar que teria sido convidada para fazer a cirurgia, após ser acusada de que não deveria estar no local.

Enquanto o caso da morte de Rivers não é resolvido, sua mansão localizada em um dos bairros mais nobres de Nova York foi vendido por uma quantia milionária.

Segundo a CNBC, o triplex que pertencia à comediante foi arrematado por um comprador do Oriente Médio pela quantia de 28 milhões de dólares, aproximadamente 88 milhões de reais.


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Para quem vai a sua torcida em No Limite?

Obrigado! Seu voto foi enviado.