X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/09/2017 às 15:38 | Atualizada em 19/09/2017 às 15:38

Em São Paulo, Darren Aronofsky fala sobre Mãe! e é só elogios à namorada, Jennifer Lawrence: - Ela se conectou totalmente

O filme também conta com Javier Bardem e Michelle Pfeiffer

Mel Pinheiro

The Grosby Group

Em atividade desde os anos 90, o diretor Darren Aronofsky fez uma série de longas que mexeram com as emoções (e os nervos) do público, como Réquiem para um Sonho, com Jared Leto, Fonte da Vida, com Hugh Jackman, e o premiado Cisne Negro, que rendeu o Oscar de Melhor Atriz para Natalie Portman, em 2011. Com Mãe!, sua mais nova produção estrelada por Jennifer Lawrence e Javier Bardem, não é diferente. O diretor esteve em São Paulo para promover o filme e em coletiva de imprensa, falou sobre como se conecta com seu trabalho:

- Eu sempre coloquei minha personalidade e minhas experiências pessoais em todos os meus filmes. Eu era a bailarina de Cisne Negro, o lutador de O Lutador, o mago de Fonte da Vida, mas nunca era totalmente eu, e sim, uma parte de mim que eu colocava nos protagonistas. E nesse filme, me conecto bastante com a personagem de Jennifer, mas também consigo fazer alguns paralelos com o personagem de Javier Bardem.

Falando em envolvimento pessoal, Darren e Jennifer se apaixonaram durante as filmagens do longa, mas só assumiram a relação e apareceram juntos em público recentemente, durante a divulgação do trabalho. E o diretor não perdia a oportunidade de elogiar a amada, além de falar da dedicação dela com a personagem. Ele também falou sobre a relação entre o aspecto feminista do longa com o envolvimento bastante intenso da atriz com a causa:

- Jennifer se envolveu bastante ao construir a personagem em cena. Ela me contou que era algo diferente do que ela tinha feito, mas ao mesmo tempo muito importante para o que ela acredita. Ela se conectou totalmente com a ideia e pegou o espírito do filme.

Mãe! também marca a volta de Michelle Pfeiffer para um grande papel nos cinemas, depois de uma pausa da atriz dos sets de filmagens, e Darren revelou que ela ficou bastante feliz com o resultado:

- Eu ouvi que a Michelle queria voltar a atuar, depois de um tempo sem trabalhar no cinema. Eu fiquei muito interessado em trabalhar com ela. A personagem dela é inspirada na Eva, da Bíblia, e uma palavra boa para descrevê-la é que é uma personagem um tanto levada. Michelle conseguiu captar essa personalidade e também funcionou bem em cena com a Jennifer.

O diretor também entregou alguns detalhes da produção, como as cenas finais, que demoraram 20 dias para serem feitas, já que o cenário teve que ser reconstruído várias vezes. As filmagens com a protagonista tiveram o cuidado de focar o ponto de vista da personagem, com a câmera passeando com a atriz pela casa onde se passa o longa. Ele também contou como quis contar uma história pessoal sobre a relação materna, mas que ao mesmo tempo fosse universal:

- Queria contar uma história em que uma pessoa daqui pudesse entender, da mesma forma que alguém de Nova York, por exemplo. Além disso, quis usar uma trama muito grande e resumir em um pequeno cenário [a casa onde o casal principal mora].

Além de um grande elenco e recheado de referências e alegorias, o diretor ainda conseguiu resumir do que se trata o longa em poucas palavras:

- Não é bem um terror, nem um filme psicológico, mas ainda vai desgraçar sua mente.

Mãe! estreia nos cinemas brasileiros na próxima quinta-feira, dia 21 de setembro.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou de Khloé Kardashian ter voltado com Tristan Thompson?

Obrigado! Seu voto foi enviado.