X

NOTÍCIAS

Publicada em 12/03/2018 às 13:10 | Atualizada em 12/03/2018 às 14:00

Alexandre Borges relembra vídeo com travesti: - Não me preocupei em saber que gênero era, que raça era, que partido era

Mais conhecido por seus papéis como ator, Alexandre está dirigindo pela terceira vez uma peça de teatro

Da Redação

Divulgação

Aos 42 anos de idade e com uma admirável carreira como ator, Alexandre Borges mostrou ser um cara cheio de planos e que busca sempre levar uma vida leve e de bem com todos. Por isso, em entrevista para a Folha de São Paulo, ele abriu o coração e falou sobre sua carreira atualmente, vivências e coisas que aprendeu no decorrer da vida.

Alexandre não faz novelas desde 2016, sendo sua última aparição em Haja Coração. Nesta sexta-feira, dia 16, ele estréia no espetáculo Palhaços, em São Paulo. Será sua terceira peça como diretor. O espetáculo conta a história de um bufão que se encontra com um espectador no camarim e eles começam a refletir sobre a vida. Alexandre fala sobre o personagem de Dedé Santana, ex-Trapalhões, na história:

- Ele faz quase um anti-palhaço. Ele está no camarim, com todas as suas angústias, solidão... Da peça, o que mais me interessa é essa desmistificação do artista. Essa coisa de que o palhaço também tem dor de dente, dor de barriga, problemas com a mulher, contas para pagar... Sair do glamour e da fantasia e ir para uma vida que é trabalho, que é luta. Um ofício, como outro qualquer.

Sobre sua experiência como diretor, Alexandre conta:

- Dirigir está sendo uma coisa que me dá muito prazer. Como ator você faz mais perguntas. Como diretor você tem que saber algumas respostas. Mas se eu tenho algum valor como diretor, vem muito por eu ser ator. As coisas são paralelas, mas atuar é o que eu curto. O que eu amo fazer. É a minha vida.

Alexandre também falou sobre a importância de ter um bom relacionamento com seus fãs, algo que ele prioriza muito.

- Às vezes a pessoa tem medo de chegar perto de um artista e não ser bem recebida. Mas aquele pode ser um momento inesquecível para ela. Como foi para mim a primeira vez que eu vi o Tarcísio Meira. É muito gostoso.

Já quando o assunto é o vídeo vazado em 2016 no qual ele aparece com um travesti, Alexandre declara:

- Não entendi muito bem uma coisa assim ser um escândalo, vamos dizer assim. Era uma coisa de pessoas tomando uma cerveja. Eu estava me divertindo, me descontraindo, uma coisa supernatural. Nada pesado. Ali ninguém está fazendo mal a ninguém. Não tem desrespeito. Foi chegando gente, de repente tocou uma música, uma menina começou a dançar e gravaram. Não me preocupei em saber que gênero era, que raça era, que partido era... Não tem isso.

Por fim, ele falou sobre levar uma vida leve, buscando se preocupar o mínimo possível com aquilo que não vale a pena.

- Lido com pessoas de todos os tipos. O que me interessa é o bem estar. É eu não criar um conflito, uma coisa que me deixe arrogante. Não me privo de nada. Vivo a minha vida normalmente. Quero descobrir o que eu tenho de autêntico, o que é meu. Para o bem e para o mal.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você quer que ganhe A Fazenda 10

Obrigado! Seu voto foi enviado.