X

NOTÍCIAS

Publicada em 28/06/2018 às 00:06 | Atualizada em 02/09/2018 às 19:16

Letícia Colin reflete sobre relação com o corpo: - O que chamam de sensualidade, eu chamo de liberdade

A atriz está arrasando em Segundo Sol e ainda contou o segredo que a fez ficar com a boa forma que ostenta atualmente

Roseane Santos

Divulgação

Bem diferente da princesa Leopoldina, papel que a destacou em 2017, Letícia Colin vem ousando na novela das nove da Globo, Segundo Sol. Desde o começo foi assim. Lembra que na festa de lançamento da trama ela apostou em um look ousado com brilho, decote e barriga de fora? Pois sua personagem segue na mesma linha, o que fez com que ela comentasse o assunto com o ESTRELANDO:

- Gosto de ser livre. O que chamam de sensualidade, eu chamo de liberdade. 

 Na trama, ela vive a prostituta Rosa. E para que ela entrasse no universo da moça precisou de bastante pesquisa:

- Quando pesquisei o universo da prostituição, eu vi que o buraco era muito mais embaixo. Existe de tudo, crianças, pessoas vendendo órgãos. 

Assumidamente feminista, a atriz diz que sua personagem representa bem o empoderamento feminino. 

- Ela tem a personalidade forte, administra muito bem o seu corpo. Para ela é um trabalho como outro qualquer. Acho que o povo baiano é mais evoluído nessa questão de como lidar com o próprio corpo

Letícia ainda falou sobre o segredo de sua boa forma. 

- Comecei a comer direito, antes fazia uma coisa ou outra. Já tenho 28 anos de idade, tenho que ter maturidade para me cuidar. Achei legal começar realmente a mudar. Tenho uma nutricionista que cuida muito de mim e fiz uma parte de acompanhamento esportivo. Comecei a tomar um protein vegano, revela.

Uma mulher de atitude, não acha? Confira, a seguir, as declarações feministas mais encorajadoras do entretenimento:


Jennifer Lawrence também já fez declarações sobre a diferença entre salários de homens e mulheres. Em carta, ela falou: Eu não queria ficar lutando por alguns milhões de dólares que - depois de ter estrelado duas franquias [X-Men e Jogos Vorazes] - eu realmente não precisava... Cansei de tentar encontrar a maneira fofa de marcar minha opinião e continuar sendo simpática. Jeremy Renner, Christian Bale e Bradley Cooper todos lutaram e conseguiram negociar bons contratos para si. No mínimo eles foram elogiados por serem duros e estratégicos, enquanto eu estava preocupada em parecer uma fedelha sem conseguir o que era justo. E ainda relembrou o caso do vazamento de dados da Sony: Quando aconteceu o vazamento da Sony e eu soube como estava ganhando menos que os caras com pintos, não me irritei com a Sony. Eu me irritei comigo mesma. Eu falhei na negociação porque desisti muito cedo. Não queria brigar por milhões de dólares que, francamente, graças a duas franquias eu não preciso. Para a Vanity Fair, a atriz também desabafou sobre o caso de fotos íntimas suas terem sido divulgadas na internet: - Só porque eu sou uma figura pública, só porque eu sou uma atriz, não significa que eu pedi por isso (…) É o meu corpo, e deveria ser uma escolha minha, e o fato de que isso não foi escolhido por mim é absolutamente nojento. Eu não consigo acreditar que nós vivemos em um mundo como esse.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual noivado te deixou mais feliz até agora?

Obrigado! Seu voto foi enviado.