X

NOTÍCIAS

Publicada em 22/05/2019 às 10:57 | Atualizada em 22/05/2019 às 12:09

Com anel de casamento de Boechat junto ao seu no anelar, viúva do jornalista fala sobre como tem enfrentado a morte do marido

A jornalista publicou nas redes sociais uma tática que a tem ajudado a organizar a rotina e a vida

Da Redação

Divulgação

Desde que Ricardo Boechat morreu, sua esposa Veruska Seibel Boechat tem desabafado nas redes sociais sobre ser viúva. Agora não foi diferente e ela resolveu compartilhar com os seguidores que está conseguindo seguir em frente com a ajuda de uma lista de tarefas: 

Uma coisa que me ajudou demais logo depois que eu fui atropelada pela vida e perdi meu marido foi pegar um caderninho e começar a anotar cada tarefa que eu precisava executar. Junto com o luto vem uma enxurrada de obrigações e atitudes práticas exatamente num momento em que você mal consegue levantar da cama. Antes do caderninho, eu chegava ao final do dia confusa e frustrada, atormentada não só pela tristeza, mas por tudo que estava pendente e eu tinha que fazer.

No texto, a jornalista ainda afirma que até a qualidade de seu sono melhorou após se tornar adepta do método: 

No momento em que comecei a listar cada pequena meta a atingir, passei a dormir um pouco melhor e a me organizar mais, acordava de manhã, escolhia uma das tarefas e, ao tirá-la da frente, ficava minimamente feliz e tinha até ânimo para a tarefa seguinte. Assim os dias vão passando e a vida seguindo, apesar da saudade gigantesca. 

A imagem do texto foi feita por Veruska e ela, além de mostrar a agenda, também mostrou o dedo anelar com a aliança de casado dela e de Boechat. Veja abaixo:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Veruska Seibel Boechat (@doceveruska) em

Nos comentários, os internautas gostaram bastante da ideia:

Eu estava precisando muito dessa dica, Veruska! Obrigada! Vou colocar em prática.

Obrigada por dividir sua experiência com a gente , são dicas muito preciosas que às vezes aprendemos a duras penas.

Até Astrid Fontenelle não deixou de se solidarizar: 

Imagino a loucura. Quando perdi a minha mãe enlouqueci com a BURROcracia!

Confira abaixo outros famosos que nos deixaram em 2019:


Pegi Young, ex-mulher de Neil Young, morreu aos 66 anos de idade no dia 1º de janeiro na Califórnia, nos Estados Unidos, depois de lutar por um ano contra o câncer. A confirmação foi feita em seu Instagram, em que foi escrito: A mãe, avó, irmã, tia, musicista, ativista e cofundadora da Bridge School morreu rodeada de amigos e familiares na Califórnia.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

De que lado você está na briga entre Zezé Di Camargo e Zilu Camargo?

Obrigado! Seu voto foi enviado.