X

NOTÍCIAS

Publicada em 28/05/2019 às 12:25 | Atualizada em 29/05/2019 às 03:07

Sabrina Sato diz que chorou ao saber que seu parto seria por cesárea: - O meu caso foi muito frustrante, essa é a palavra

A apresentadora fez um relato emocionante sobre o parto da primeira filha, Zoe, em seu canal no YouTube

Da Redação

Divulgação

Sabrina Sato fez um relato emocionante sobre o parto da primeira filha, Zoe, em um vídeo publicado na última segunda-feira, dia 27, em seu canal no YouTube. A apresentadora se reuniu com mais duas mães que tiveram partos difíceis e, durante a conversa, desabafou sobre as dificuldades que enfrentou para trazer sua bebê ao mundo. 

- Eu já me imaginava na banheira, no trabalho de parto, com a playlist que eu fiz pra Zoe. E acabou sendo uma cesárea. A gente romantiza esse parto, idealiza. Eu assisti partos por muito tempo. Pensei que ai ser tranquilo. A gente nasceu pra isso, como não?, comentou. 

Sabrina também lembrou de como ficou durante ao pós-parto, já que é muito mais complicado para uma mulher se recuperar de uma cesárea do que de um parto natural, sem intervenções cirúrgicas. 

- Eu não conseguia por o pé no chão, não conseguia andar. Eu chorava muito de dor. 

A cesária, inclusive, nunca esteve nos planos da artista. 

- O meu caso foi muito frustrante, essa é a palavra. Eu estudei muito, fiquei me preparando total para aquele parto que eu tanto sonhava. Aquele parto mais selvagem, na banheira. Cheguei a fazer duas vezes por semana fisioterapia pélvica, ioga, meditação. Me preparando total para esse momento que, pra mim, não tinha a menor hipótese de ser uma cesárea. Quando deu 40 semanas eu fui na minha médica e falei assim Até quando você espera ela vir? Porque eu quero esperar a minha filha querer vir. A minha médica falou Eu espero até o dia que completar 41 semanas, é o máximo. Depois você e a sua filha podem correr risco. Você teve uma gestação de risco, em que você ficou no hospital um mês no início. Você quer um parto ou você quer sua filha? Ela foi muito séria comigo. 

Sabrina até chegou a contar o momento engraçado de quando sua bolsa estourou. 

- Quando deu meio dia, eu estava fazendo a unha e comecei a ficar muito irritada, do nada. Muito nervosa porque eu tinha que arrumar a mala e as coisas para ir para a maternidade. Aí eu subi para me trocar, de repente... Olhei para o chão e aquela água. Aí eu joguei no Google bolsa estoura, e vi que quando a bolsa estourava, tinha cheiro de cândida. Aí eu falei Duda, abaixa aí, cheira esse chão, vê se tem cheiro de cândida. O Duda Não, não tem cheiro de nada. Aí aconteceu. A minha bolsa estourou, fui tranquila. Fomos para a maternidade.

Ao chegar no hospital, entretanto, as coisas não fluíram da forma como a apresentadora imaginava,

- Tinha feito a trilha sonora, uma playlist para esse momento único da minha vida. Só que aí vai, vai, vai... Minha médica Você está tendo contração. Mas eu não tinha dor nenhuma. E fiquei da tarde até meia noite, uma [da manhã] e nada. Aí vai lá, enfia a mão, dilatação pouquíssima. Dancei axé, dancei rock, dancei samba... E nada. Em nenhum momento passou pela minha cabeça que eu ia ter que me submeter a uma cesárea. Então eu estava super firme e forte para fazer o que fosse possível. Aí chegou uma hora que a médica disse Vamos entrar com ocitocina? Porque você não está sentindo dor. Eu estava sentindo as contrações como uma dor de barriga. Então eu fui no banheiro e fiz minhas necessidades fisiológicas, perdi totalmente a minha dignidade perto do Duda, umas seis vezes. 

Por fim, Sabrina admitiu o quanto foi difícil ter que recorrer à cesárea após tantas horas de sofrimento. 

- Comecei a sentir cólica, fui para a banheira, voltava. Fui ficando cada vez mais fraca. À tarde minha médica chegou com a anestesista e eu já estava muito fraca. Eu não tinha mais força nenhuma, estava com hipoglicemia. E ela me disse que iria entrar com glicemia, anestesia e que iria me levar para o centro cirúrgico. E aí eu comecei a chorar muito, mas não tinha escolha. Era a minha filha. Eu tentei de tudo e aprendi a lição: a gente não escolhe nada. E pra piorar o meu útero piorou lá no centro cirúrgico, eu tive muito sangramento. Mas eu nunca vou esquecer do momento em que me entregaram a minha filha. Eu nunca vou esquecer essa carinha vindo ao meu encontro. Agora eu entendia que tudo valeu a pena. Foi o momento mais especial da minha vida. Antes ela fez um cocozão, eu tive que limpar para ela poder mamar. 

Emocionante, não é? Assista ao vídeo completo abaixo:


Abaixo, que tal aproveitar para ver tudo o que Sabrina já falou sobre a filha, Zoe? 


Ao ESTRELANDO, Sabrina contou que doa todas as roupinhas que não servem mais na bebê: Já estou doando tudo, não para nada em casa! Me pediu eu to doando. Tem uma senhora que eu arrumei para me ajudar nos finais de semana, ela tá grávida, eu doei um monte para ela. Me pedem no Instagram, também já doei um monte no Instagram. Aí tem gente que fala assim pra mim, minha sogra fala assim: Ah, você não vai guardar de recordação? Que recordação o que!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Fernanda Souza e Thiaguinho podem reatar o casamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.