X

NOTÍCIAS

Publicada em 12/07/2019 às 11:58 | Atualizada em 12/07/2019 às 12:23

R. Kelly é preso por acusações de crimes sexuais e posse de pornografia infantil, diz site

O rapper, de 52 anos de idade e vencedor de três Grammys, está envolvido em acusações polêmicas desde 2017

Da Redação

Divulgação

Desde julho de 2017 R. Kelly é acusado de diversos crimes sexuais, inclusive de manter mulheres em cárcere privado e, até mesmo, pedofilia, mas agora novas acusações surgiram contra ele, que acabou sendo preso na última quinta-feira, dia 11, em Chicago, nos Estados Unidos, enquanto passeava com um cachorro. 

Segundo o TMZ, o rapper, de 52 anos de idade e vencedor de três prêmios Grammys, foi acusado por autoridades federais por 13 crimes sexuais, além de pornografia infantil. Ele teria abusado quatro mulheres, sendo que três delas eram menores de idade quando tudo aconteceu. As acusações incluem também tráfico sexual, sedução de menor e obstrução de justiça. Apesar da prisão ter acontecido em Chicago, acredita-se que o caso será julgado em Nova York, nos Estados Unidos. 

Em fevereiro deste ano, o cantor já havia se entregado à polícia depois de receber a acusação, mas acabou sendo liberado ao pagar uma fiança de 100 mil dólares e se declarar inocente. Ainda de acordo com o veículo, R. Kelly continua negando as inúmeras acusações, que são objeto de investigação há mais de décadas, já que alguns dos crimes teriam acontecido quando ele tinha apenas 27 anos de idade. 

Kelly também já havia sido detido pela falta de pagamento de pensão alimentícia de um de seus filhos, de três anos de idade, em uma dívida de mais de 20 mil dólares. Como você viu no ESTRELANDO, o rapper chegou a perder o contrato com algumas gravadoras depois do escândalo do documentário Surviving R. Kelly. Nele, o rapper é acusado de estupro, pedofilia, seita sexual e uma série de outros crimes bem graves.

Além do abuso sexual, o documentário também explora as situações em que R. Kelly manteve mulheres em cativeiro em sua casa nos Estados Unidos. As mulheres teriam que chamar Kelly de papai e fazer todas suas vontades, ou seriam punidas. Essas alegações nunca foram a julgamento.

Na ocasião, John Legend chegou a se pronunciar contra o artista, assim como Lady Gaga, que em parceria com o rapper lançou a canção Do What U Want (With My Body) que, em português, fica algo do tipo Faça o que você quiser com o meu corpo, em 2013. A cantora pediu desculpas pela parceria com o artista e também afirmou que iria excluir música de plataformas de streaming. 




Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.