X

NOTÍCIAS

Publicada em 23/10/2019 às 12:43 | Atualizada em 23/10/2019 às 12:45

Filho de Michael Douglas revela que seu pai forjou sequestro para assustá-lo no auge de seu vício em drogas

O episódio ocorreu em setembro de 2004 e Cameron Douglas relatou detalhes em sua biografia

Da Redação

Divulgação

O filho de Michael Douglas, Cameron Douglas, fruto do relacionamento do ator com a modelo Diandra Luker, deu uma declaração polêmica em sua nova biografia chamada Um Grande Caminho Para Casa. Segundo o Radar Online, o primogênito, que era viciado em drogas, foi submetido a um falso sequestro planejado pelo próprio pai com o objetivo de assustá-lo e colocá-lo nos eixos. 

Em trecho do livro, Cameron relembra a experiência sombria que ocorreu em setembro de 2004, no auge de seu vício. O homem conta que após ter uma intensa discussão com o famoso pai, três homens o encurralaram feito um animal no meio das ruas de Nova York.

Um deles é o cara que eu vi no Upper East Side, alguns dias atrás, assistindo eu e Erin lutar. Meu pai agora está do outro lado da calçada e, quando os três homens me cercam, eu entro no modo de luta ou fuga, escreveu Cameron.

Ao perceber o pai do outro lado da rua, reagiu de forma bruta, e os homens desistiram do plano. Na obra ele ainda deixa registrado que ficou furioso e machucado com a situação:

O fato de o meu pai ser motivado pela preocupação não importa para mim. Sinto-me esmagado e traído, conta. 

Cameron foi condenado a cinco anos de prisão depois que foi pego vendendo drogas. A sentença foi prorrogada por mais cinco anos depois que ele foi acusado de porte de substâncias ilícitas já na cadeia. Em 2016 foi solto e passou por uma clínica de reabilitação. Hoje, ele é casado com a brasileira Viviane Thiebes, com quem teve uma filha de um ano de idade. 

Logo abaixo, relembre relações conturbadas entre pais e filhos:


Nancy Dow era modelo e mãe de Jennifer Aniston, mas as duas nunca tiveram uma relação boa, com brigas desde a infância da atriz. Jen culpava a mãe por ter tido anorexia e ataques de pânico na juventude, pois constantemente era cobrada por ela por causa da aparência, como ela contou em entrevista para o The Hollywood Reporter. A gota d'água foi uma entrevista que Nancy deu em 1996 para o Hard Copy, e que três anos depois, confessou que foi editada de propósito para prejudicar Aniston. A partir daí, as duas ficaram anos sem se falar, e Nancy não chegou a ser convidada para o casamento de Jennifer Aniston e Brad Pitt, em 2000. Em 2005, quando se separou do ator, elas voltaram a se falar, mas em uma relação bem fria. Nancy morreu em 2016, e semanas antes, a atriz se reaproximou da mãe, segundo a UsWeekly, depois de cinco anos sem vê-la. Segundo relatos de fontes próximas, Jen percebeu a doença grave de Nancy e resolveu visitar antes que fosse tarde demais. Que história triste, não?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Mais de um ano depois, você aprova a saída de Meghan Markle e príncipe Harry da família real?

Obrigado! Seu voto foi enviado.