X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/11/2019 às 14:35 | Atualizada em 04/11/2019 às 17:52

Ao visitar projeto social, Meghan Markle diz que não quer ser amada, só quer ser ouvida

Para a Duquesa de Sussex, mostrar vulnerabilidade não é uma fraqueza

Da Redação

Divulgação

Em Londres, Meghan Markle visitou, no último final de semana, um projeto social que acolhe vítimas de violência doméstica e mulheres que enfrentam várias situações de vulnerabilidade. Na ocasião, a Duquesa de Sussex aproveitou para se abrir e afirmou que não quer ser amada, e sim, ouvida. 

Em entrevista ao site The Telegraph, segundo a Glamour norte-americana, Meghan, vestindo calça jeans, tênis e camisa, se entregou às tarefas e aproveitou para passar o tempo com as mulheres que ali estavam. 

Ao ser perguntada sobre como estava se sentindo, respondeu que não queria ser amada, apenas ouvida.

- Eu estava falando sobre isso com alguém outro dia. Temos o hábito de querer que as coisas sejam feitas imediatamente. Existe uma cultura de gratificação instantânea, do conserto instantâneo. Mas não somos objetos mecânicos que precisam ser consertados. Você é uma criatura ferida que precisa ser curada, e isso leva tempo. E é isso que eu amo neste lugar. Ele dá o apoio para se curar, afirmou.

Buscando passar às mulheres o seu entendimento de que todas as pessoas são iguais, a duquesa ainda continuou: 

- Acho que, quando se retiram todas as camadas, como pessoas e, principalmente, como mulheres, podemos encontrar uma profunda conexão uns com os outros e um entendimento mútuo, disse.

De acordo com a reportagem, Meghan não acha que vulnerabilidade é uma fraqueza, pelo contrário, considera uma das maiores forças da humanidade. 

- Nossas vidas podem ser diferentes, nossas origens, nossas experiências, todas variadas, mas acho que, nesses momentos de conexão, fica muito claro que nossas esperanças, nossos medos, nossas inseguranças, as coisas que nos fazem funcionar? Bem, esses são praticamente os mesmos. E há conforto nisso, falou. 

O site afirma que, por conta das especulações em torno de Meghan e do príncipe Harry após o casamento e o nascimento de seu filho, Archie, o casal estaria enfrentando muitos problemas e estaria planejando se mudar do Reino Unido para os Estados Unidos. 

Deve ser muito estressante lidar com tudo isso, né? Veja, a seguir, outra ocasião que Meghan falou sobre feminismo e empoderamento: 


Inesperadamente, Meghan trouxe o marido, príncipe Harry, para a roda de conversa do evento. Na mesa de debate, ela explicou o motivo: - Isso é muito importante para a maneira como meu marido se sente - ele trabalha nesse espaço desde 2013, e muitas pessoas nem percebem. Mas é isso que é realmente importante. Você não pode ter uma conversa sobre o empoderamento das mulheres apenas com mulheres.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa vai arrasar nos desfiles das escolas de samba em 2020?

Obrigado! Seu voto foi enviado.