X

NOTÍCIAS

Publicada em 08/11/2019 às 14:00 | Atualizada em 08/11/2019 às 14:07

Brian J. Smith, ator de Sense8, assume ser gay e lembra passado difícil: - Eu nunca podia ser quem eu era

Ele abriu o jogo também sobre como foi contar aos seus pais

Da Redação

Divulgação

Brian J. Smith, mais conhecido por ter vivido o policial Will Gorski em Sense8, abriu o jogo, pela primeira vez, sobre a sua sexualidade. Aos 38 anos de idade, ele revelou que é gay, durante entrevista para a edição de dezembro da revista Attitude! Tendo crescido no Texas, estado considerado conservador nos Estados Unidos, ele relembra como foi a sua infância:

- Eu estava muito assustado. Na escola eu não encaixava em lugar nenhum. Eu não era um atleta ou um nerd. Esqueça grupos ou reuniões de pessoas LGBT. Não havia absolutamente nada. Eu estava completamente sozinho. Eu ouvi todo o tipo de nome: veado, bicha. Eu nunca podia ser quem eu era. 

Ele continua:

- Eu tinha que constantemente ficar me checando para ter certeza de que eu não estava olhando para alguém por muito tempo ou deixando alguém se sentir desconfortável. Eu tinha que tomar muito, muito cuidado ao contar a verdade para as pessoas sobre mim mesmo. Ainda reverbera. Muito do meu trabalho é sobre isso. As coisas que me emocionam como ator são os ecos que surgem.

Em relação a seus pais, Brian conta que revelou a verdade para eles aos 30 anos:

- Eu fiquei surpreso. Quando me assumi para os meus pais eles foram maravilhosos. Eles disseram que estavam apenas esperando eu dizer algo. Eles eram bem mais avançados do que eu imaginava. Acho que foi aí que eu achei ok isso, também. Em termos de: oh, esse é o mundo, não é tão perigoso como eu achava que era. 

Logo abaixo, veja mais famosos que falaram sobre sua sexualidade!


Ellen DeGeneres e Portia de Rossi fazem o maior sucesso nas redes sociais, afinal, com todo o carisma da apresentadora de talk show, as duas conseguem ser bastante irreverentes ao interagir com os seguidores. No entanto, quando Ellen revelou que era homossexual acabou enfrentando grandes barreiras por causa do preconceito. A revelação veio em abril de 1997, quando seu rosto estampou a capa da revista Time com os dizeres: Yes, i'm gay, em tradução livre, Sim, eu sou gay. Após a revelação, a loira deu entrevistas para Oprah e Diane Sawyer falando sobre sua sexualidade. Em 2016, Ellen confessou que viveu um período bastante difícil por causa da revelação e ficou quebrada financeiramente: - Eu tinha um monte de inseguranças. Eu não sabia se iria trabalhar novamente e eu ainda estava tentando descobrir a mim mesma - sem me vestir do jeito que eu quero, ou sem usar o cabelo do jeito que eu quero. Eu ganhei essa confiança de ser autêntica aos poucos, e o que eu aprendi é que as outras pessoas estavam se esforçando para serem autênticas também. Eu era o alvo de muitas piadas. Eu ria de algumas, mas eu percebi que havia outra pessoa do outro lado das piadas. É cruel. Eu nunca gostei da comédia má, mas isso acabou se tornando importante para mim depois que eu passei a ter esse peso.Se isto não foi um exemplo de que tudo fica melhor, eu não sei mais o que é. O tempo é uma coisa estranha. Eu era insignificante e não tinha mais dinheiro, sem nenhum trabalho à vista, mas com um passo de cada vez, tudo ficou melhor. Ficou ainda melhor do que o melhor.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que o affair de Grazi Massafera e Caio Castro vai virar namoro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.