X

NOTÍCIAS

Publicada em 07/02/2020 às 10:47 | Atualizada em 07/02/2020 às 10:47

Bruna Linzmeyer fala sobre autoconhecimento: - Eu sempre me masturbei desde criança

A atriz participou do Saia Justa, programa do GNT

Da Redação

Divulgação

Bruna Linzmeyer marcou presença no Saia Justa que foi ao ar pelo GNT na última quarta-feira, dia 5! O assunto principal, que foi discutido com as apresentadoras fixas, Astrid Fontenelle, Gaby Amarantos, Mônica Martelli e Pitty, foi o corpo feminino, principalmente os tabus envolvidos quando o tópico é o autoconhecimento. 

Quando as mulheres passaram a falar sobre descoberta, Bruna, que está solteira, revelou que nunca teve restrições em sua família, quando passou a entender melhor o seu corpo, ainda na infância:

- Eu sempre fui muito livre. Eu sempre tive um acesso ao meu corpo muito validado e respeitado por mim e pela minha família. Então eu sempre me masturbei, desde criança, eu tenho muitas memórias, de criança, roçando nas coisas... não lembro de ter sido: isso não pode acontecer. Eu me masturbava criança, me masturbo até hoje. 

Além disso, após ser questionada por Astrid, a atriz contou que, pelo fato de ter se descoberto lésbica, isso ajudou também a entender mais sobre si mesma:

- Eu acho que o encontro com outras b*****s também é uma possibilidade de pensar na minha própria. Eu entendi melhor da minha própria no encontro com a outra, concluiu.

Além disso, falou sobre restrições para as mulheres:

- Eu não lembro muito desse tipo de restrição, mas ao mesmo tempo é complexo porque os cortes que a gente recebe como mulheres, como meninas são também porque a gente precisar estar ligada. Os assédios, os estupros, eles acontecem entre a gente, então a gente precisa entender o que o nosso corpo significa no mundo. Então é complexo pensar o que se faz com a educação de uma criança. Eu não lido com criança, com maternidade, mas eu penso que não deve ser fácil. 

Logo abaixo, relembre famosos que falaram sobre sua sexualidade:


Ellen DeGeneres e Portia de Rossi fazem o maior sucesso nas redes sociais, afinal, com todo o carisma da apresentadora de talk show, as duas conseguem ser bastante irreverentes ao interagir com os seguidores. No entanto, quando Ellen revelou que era homossexual acabou enfrentando grandes barreiras por causa do preconceito. A revelação veio em abril de 1997, quando seu rosto estampou a capa da revista Time com os dizeres: Yes, i'm gay, em tradução livre, Sim, eu sou gay. Após a revelação, a loira deu entrevistas para Oprah e Diane Sawyer falando sobre sua sexualidade. Em 2016, Ellen confessou que viveu um período bastante difícil por causa da revelação e ficou quebrada financeiramente: - Eu tinha um monte de inseguranças. Eu não sabia se iria trabalhar novamente e eu ainda estava tentando descobrir a mim mesma - sem me vestir do jeito que eu quero, ou sem usar o cabelo do jeito que eu quero. Eu ganhei essa confiança de ser autêntica aos poucos, e o que eu aprendi é que as outras pessoas estavam se esforçando para serem autênticas também. Eu era o alvo de muitas piadas. Eu ria de algumas, mas eu percebi que havia outra pessoa do outro lado das piadas. É cruel. Eu nunca gostei da comédia má, mas isso acabou se tornando importante para mim depois que eu passei a ter esse peso.Se isto não foi um exemplo de que tudo fica melhor, eu não sei mais o que é. O tempo é uma coisa estranha. Eu era insignificante e não tinha mais dinheiro, sem nenhum trabalho à vista, mas com um passo de cada vez, tudo ficou melhor. Ficou ainda melhor do que o melhor.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você não aguenta mais ouvir cantando no BBB20?

Obrigado! Seu voto foi enviado.