X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/05/2020 às 10:45 | Atualizada em 13/05/2020 às 11:00

Advogado de Rose Miriam di Matteo nega que ela tenha influenciado as filhas a acusarem Aparecida Liberato, irmã de Gugu

A tia de Marina e Sofia é inventariante do espólio do apresentador

Da Redação

Divulgação

Como você viu no ESTRELANDO, recentemente as filhas de Gugu Liberato acusaram Aparecida Liberato, que é inventariante do espólio do apresentador, de não prestar contas. Marina e Sofia contrataram uma advogada chamada Viviane Ricci e pedem para que a tia disponibilize informações sobre seguros de vida e previdências privadas, de acordo com a colunista Mônica Bergamo.

Na sequência, a acusação foi rebatida pela assessoria de Aparecida, que afirmou que a advogada das sobrinhas foi indicação da própria mãe delas, Rose Miriam Di Matteo, e que as filhas foram influenciadas a assinar essa contratação. O comunicado ainda declarou que Viviane é amiga pessoal e testemunha de Rose nesse processo.

Agora, nesta terça-feira, dia 13, Nelson Willians, o advogado de Rose Miriam, se pronunciou, dizendo que a contratação de Viviane não deveria representar problema para Aparecida caso ela não tivesse interesse no inventário e que, aparentemente, os únicos herdeiros que ela defende são seus filhos.

O papel dela, como inventariante, é de apenas administrar os bens do espólio em favor dos herdeiros. Mas conforme anotado pelos advogados das gêmeas e publicado em recente reportagem, parece que os únicos herdeiros que Aparecida defende são seus filhos, não os de Gugu.

Além disso, também foi ressaltado que a viúva do apresentador não influenciou na decisão das filhas.

Se dependesse da vontade dela, todos os seus filhos estariam com o mesmo patrono que ela. Mas como mãe zelosa, ela não foi contra, e respeitou a decisão das gêmeas em contratar um terceiro escritório. Da mesma forma que respeitou a vontade de seu filho João Augusto em ter o mesmo patrono que a inventariante. Rose Miriam é por eles, não contra eles, como parece ser a inventariante Aparecida Liberato.

A seguir, confira o comunicado completo

Esse é mais um episódio lamentável protagonizado por Aparecida Liberato. Agora ela se volta contra as herdeiras, que buscam na Justiça o legítimo direito de obter informações sobre o inventário e os bens do apresentador, inclusive os que estavam na casa dele.

O fato de as filhas gêmeas de Gugu Liberato contratarem novos advogados não deveria representar problema para Aparecida Liberato, caso ela não tivesse interesse no inventário. O papel dela, como inventariante, é de apenas administrar os bens do espólio em favor dos herdeiros.

Mas conforme anotado pelos advogados das gêmeas e publicado em recente reportagem, parece que os únicos herdeiros que Aparecida defende são seus filhos, não os de Gugu.

E, ao invés de dar explicações a quem de fato tem direito, ela prefere agredir as herdeiras por constituírem novos advogados e, principalmente, a mãe delas, Rose Miriam.

A viúva não teve qualquer tipo de influência na decisão das herdeiras. Se dependesse da vontade dela, todos os seus filhos estariam com o mesmo patrono que ela.

Mas como mãe zelosa, ela não foi contra, e respeitou a decisão das gêmeas em contratar um terceiro escritório. Da mesma forma que respeitou a vontade de seu filho João Augusto em ter o mesmo patrono que a inventariante. Rose Miriam é por eles, não contra eles, como parece ser a inventariante Aparecida Liberato.

Na falta de transparência das ações da inventariante, as gêmeas têm todo o direito de questioná-la judicialmente.

E sobre esse aspecto, elas têm todo o apoio da mãe. Da mesma forma que Rose busca na Justiça o reconhecimento da união estável com Gugu Liberato, ela entende ser legítimo que as filhas busquem valer os seus direitos.

Logo abaixo, confira a polêmica da herança do apresentador:


Apesar disso, advogados apresentaram à justiça um documento assinado por Rose em que ela afirma ser solteira, segundo o jornal Extra. Além disso, ela teria reconhecido que ela e Gugu estavam ligados tão e somente como pais e, portanto, são responsáveis pelo bem-estar dos filhos. Capaz de colocar um ponto final na história do reconhecimento pela união estável, foi encontrado também um acordo assinado por Rose em 25 de março de 2011 que diz que ambos seriam amigos e unidos apenas na condição de pais dos filhos. Nelson Wilians afirmou que o documento foi assinado em que Rose estava internada por conta da depressão, e que nenhum dos papéis teria qualquer valor legal. Cinco meses após a morte do apresentador, a médica e seu irão, Gianfrancesco Di Matteo decidiram deixar os Estados Unidos e voltar para São Paulo - ainda segundo o Extra, a notícia foi dada pelo empresário por meio de um post no Instagram em que ele diz estar no início de uma nova etapa.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Nenhuma Enquete encontrada