X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/06/2020 às 08:22 | Atualizada em 04/06/2020 às 09:25

Em sua casa em Los Angeles, Meghan Markle faz discurso motivador contra racismo: - Sinto muito que isso ainda esteja presente

Organizações encabeçadas pela Rainha Elizabeth II e pelo Príncipe William também se pronunciaram

Da Redação

The Grosby Group

Nos últimos dez dias, diversas celebridades têm se posicionado a favor do movimento Black Lives Matter, conhecido no Brasil como Vidas Pretas Importam, que veio à tona após a morte de George Floyd. Agora, foi a vez de Meghan Markle falar sobre o assunto. A Duquesa de Sussex gravou um vídeo de seis minutos destinado às graduandas da Immaculate Heart High School, escola preparatória para meninas em que Meghan estudou, falando sobre o papel que elas terão na luta por uma sociedade mais igualitária e menos racista daqui para frente.

O posicionamento da duquesa havia sido cobrado por alguns internautas, tanto por conta de sua posição de destaque, quanto por sua condição birracial de descendência negra. No vídeo, divulgado publicamente pelo site da revista Essence como uma cortesia de Meghan, ela admite que demorou demais para se posicionar:

- Eu não tinha certeza do que poderia lhe dizer. Eu queria dizer a coisa certa e fiquei muito nervosa de não conseguir ou de que isso fosse visto de forma separada. E percebi que a única coisa errada a dizer é não dizer nada. 

Meghan relembrou diversos nomes de afro-americanos que foram vítimas da violência policial, afirmando que a vida de todos nesta situação importavam, até mesmo daqueles cujos nomes não ficaram conhecidos. Ela também compartilhou sua própria experiência com protestos raciais em 1992, após o espancamento de Rodney King, e ficou evidente sua consternação por essa situação estar se repetindo:

- Eu tinha 11 ou 12 anos e lembro do toque de recolher, de voltar correndo para casa vendo cinzas caírem do céu e cheirando a fumaça. E essas memórias não desaparecem. Eu sinto muito que vocês tenham que crescer em um mundo no qual isso ainda está presente.

A duquesa finalizou sua mensagem relembrando às alunas, que em sua maioria já possuem ou irão completar em breve 18 anos, da importância do voto perante situações como a que estamos presenciando, e de colocar as necessidades dos outros acima de seus próprios medos.

Confira o discurso completo no vídeo abaixo, que está em inglês:


Meghan e seu marido, príncipe Harry têm mantido distância das redes sociais durante os protestos do movimento Vidas Pretas Importam, e mantiveram a página do Instagram Sussex Royal sem atividade durante a Blackout Tuesday desta semana, que ocorreu na última terça-feira, dia 2, e propunha a ausência de conteúdo em protesto pela situação. Apesar disso, a página de caridade Queen's Commonwealth Trust, supervisionada pela Rainha Elizabeth II e pelos Duques de Sussex, publicou no Twitter e no Instagram uma frase de Martin Luther King Jr. e se posicionou a favor do movimento:

Injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todos os lugares. Silêncio não é uma opção.

Enquanto isso, a organização britânica Heads Together, que oferece suporte à saúde mental dos jovens sob a liderança dos príncipes Harry e William, bem como de Kate Middleton, se pronunciou a respeito do movimento em seu Instagram, reforçando seus canais de contato para aqueles que se sintam mentalmente afetados pela situação:

Heads Together se ergue junto da comunidade negra. Hoje e todos os dias. Este é um lembrete para todos de que sua saúde mental importa, e nossos parceiros de caridade estão à sua disposição se você precisar de apoio. Vidas Pretas Importam. Hoje e todos os dias.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual polêmica envolvendo casais famosos mais te surpreendeu?

Obrigado! Seu voto foi enviado.