X

NOTÍCIAS

Publicada em 22/07/2020 às 12:11 | Atualizada em 22/07/2020 às 12:29

Mariana Rios abre o coração e fala sobre a perda do primeiro filho: - Senti que tinha voado até o céu e de lá, eu despenquei

A atriz ainda contou que o processo de aborto espontâneo só foi finalizado esta semana

Da Redação

Divulgação

Mariana Rios abriu o coração e emocionou os telespectadores do programa Encontro com Fátima Bernardes na manhã desta quarta-feira, dia 22. A atriz, que sofreu um aborto espontâneo recentemente, explicou que não teve nenhum sintoma que indicasse que a gravidez estava com algum tipo de problema.

O processo aqui foi longo. A gente passou por algumas questões. Desde a notícia, o Lucas ficou muito emocionado e embarcou totalmente junto comigo. E não foi diferente quando tive que dar a notícia da perda. (...) Eu não tive um sangramento, não tive esse susto, isso não aconteceu comigo. Fui fazer um exame de rotina e meu médico percebeu que tinha alguma coisa estranha. Naquele momento, senti que tinha voado até o céu e de lá, eu despenquei. Dizem que quanto mais você sobe, sonha, cria expectativa, o tombo é maior. Mas não me arrependo de todo que sonhei, planejei e criei de expectativa.

A cantora contou que teve muito o apoio do noivo, Lucas Kalil, e que o apoiou da mesma forma.

Ele [o médico] falou: Você quer eu ligue para o Lucas?. Eu falei: Não, deixa que eu vou chegar em casa, ele está fazendo uma coisa superimportante, preciso dar essa notícia para ele, não quero falar pelo telefone. Depois que ele acabou a reunião, ele me ligou e falou: Como está o meu neném?. Eu não queria chorar pelo telefone, porque não queria que ele se desesperasse. (...) Ele chegou [em casa], contei e tentei ficar o mais calma possível para consolá-lo. Ele ficou muito mal, eu estava muito mal também, mas nesse dia reuni forças para ficar do lado dele. No dia seguinte, ele acordou melhor, eu desabei e ele estava lá comigo o tempo todo, para me consolar. Do mesmo jeito que eu fiz antes.

Mariana esclareceu que o processo de aborto espontâneo só foi finalizado esta semana.

Eu não fiz curetagem, conversei muito com o meu médico, eu tive que esperar. Esse processo só aconteceu somente anteontem, na segunda. Então, foi um dia que rezei muito, me conectei com o Deus, falei: Deus, se for da sua vontade, que aconteça agora, eu estou preparada e agradeço por esse tempo maior que ele ficou aqui.

A artista aproveitou para esclarecer o motivo de ter dividido um momento tão difícil nas redes sociais.

Foi muito importante falar. Mas, mais importante ainda, foi receber as mensagens e histórias que as mulheres dividiram comigo. Isso foi de grande valor para mim. Eu tenho muito a agradecer a todos essas mulheres. Você se vê no outro, a dor do outro é onde você se encontra também, então você se enxerga no outro. Sou uma pessoa que fala muito pouco da minha vida pessoal, da minha intimidade, senti uma necessidade muito grande de falar. A repercussão foi uma coisa que eu não esperava.

Ela contou que está olhando para essa experiência com outros olhos.

A dor e a tristeza são inerentes aos seres humanos, mas o sofrimento é opcional. Nós vamos passar por milhares de problemas nessa existência, na nossa vida. Mas o que mais diferente uma pessoa da outra é como cada um vai lidar com o seu sofrimento e sua dor. Não se permitir entrar nesse lugar que é gostoso de ficar quando você sofre. Todo dia, o sol vai brilhar para todo mundo, nós vamos ter outras oportunidades. Que a gente consiga passar pela nossa dor com uma certa expansão de consciência, sentindo que preciso daquilo para o meu crescimento como pessoa, espiritual.

E também disse que a fé está ajudando - e muito - nesse período.

A vida é uma caixinha de surpresas e uma montanha-russa. A gente tem que está preparado para tudo, porque não sabemos o dia de amanhã. Se você tem certeza que tudo acontece é só somente para o seu bem, a gente consegue levar a vida com mais leveza, em paz. Porque qualquer coisa que acontece é para o meu bem. Preciso ter gratidão por aquilo. É fé e gratidão por tudo que você passa. Saber que a gente está aqui para a nossa evolução, abre o seu caminho, a sua consciência, seu pensamento e seu coração diante das coisas da vida.

Emocionante, não é? A seguir, veja as famosas que são exemplos de superação após abortos espontâneos:


Courteney Cox, a Monica de Friends, sofreu um aborto enquanto gravava a série, mais precisamente no período da história em que Rachel, vivida por Jennifer Aniston, estava dando à luz Emma, sua primeira filha: - Eu lembro de uma vez em que sofri um aborto e Rachel estava dando à luz. Foi, tipo, ao mesmo tempo. Meu Deus, que terrível ter que ser engraçada, declarou a NBC News.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você ficou surpreso com o término de Luan Santana e Jade Magalhães?

Obrigado! Seu voto foi enviado.