X

NOTÍCIAS

Publicada em 20/08/2020 às 15:44 | Atualizada em 20/08/2020 às 17:07

Três meses antes de morrer, Robin Williams estava lutando de uma forma nunca vista antes no último filme de sua carreira

O ator transpareceu sintomas da Demência com corpos de Lewy no set do filme Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba

Da Redação

Divulgação

O último papel de Robin Williams nos cinemas foi no longa Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba, onde ele interpreta o personagem Theodore Roosevelt pela terceira vez. As filmagens da comédia terminaram em maio de 2014, três meses antes de Robin cometer suicídio em sua casa na região de Paradise Cay, na Califórnia, Estados Unidos. E de acordo com o diretor Shawn Levy, o artista apresentava uma grande mudança meses antes de sua morte, já que não encarava mais os sets de filmagem com alegria e facilidade.

A revelação foi feita durante o documentário Robin's Wish (Desejo de Robin, em português), que foca nos últimos meses da vida do astro. Levy contou que o artista estava com bastante dificuldade em seu último trabalho, já que apresentava sintomas da Demência com corpos de Lewy. A doença é um tipo de demência acompanhado de alterações no comportamento, cognição e movimento, e que fica cada vez mais grave conforme seu estágio avança. Vale lembrar que Robin não sabia que sofria com isso, já que a enfermidade só foi descoberta na autópsia.

- Eu diria que com um mês de filmagens já estava claro para mim - e estava claro para todos do set - que tinha alguma coisa acontecendo com Robin. Nós vimos que Robin estava lutando de uma forma nunca vista antes para lembrar suas falas e combinar as palavras certas com a performance. Robin costumava me ligar às dez da noite, duas da manhã, quatro da manhã, perguntando Tem como usarmos isso? Tem como usarmos alguma coisa? Eu sou ruim? O que está acontecendo? e eu reforçava a ele Você ainda é você, eu sei disso. O mundo sabe disso. Você só precisa se lembrar.

Levy afirmou que Robin estava se sentindo muito mal consigo mesmo.

- Minha fé nele nunca foi embora, mas eu vi a moral dele desmoronar. Eu vi um cara que não era mais o mesmo, e para ele isso era imperdoável.

A viúva do astro, Susan Schneider, ainda falou sobre o caso ao Entertainment Tonight.

Armada com o nome de uma doença cerebral da qual nunca tinha ouvido falar, parti em uma missão para entendê-la, e isso me levou ao meu caminho não escolhido de defendê-la. Com ajuda inestimável dos principais médicos especialistas, vi que tudo o que Robin e eu tínhamos passado finalmente fazia sentido - nossa experiência combinava com a ciência. E o que eu descobri neste caminho era maior do que eu e maior do que Robin. A história completa foi revelada durante este documentário, e é a verdade pela qual eu e Robin estávamos procurando.

Ela também explicou o motivo por trás do nome do documentário, Desejo de Robin.

Nós discutíamos como queríamos que o nosso legado de vida fosse; quando chegasse a nossa hora de partir, como queríamos que as pessoas se sentissem. Sem nem pensar, Robin me respondeu Eu quero ajudar as pessoas a terem menos medo. 

Emocionante, não é? A seguir, relembre alguns papéis marcantes da carreira de Robin Williams:

O Homem Bicentenário
Quando uma família norte-americana compra um robô para ajudar nos afazeres domésticos, não espera que ele venha munido de sentimentos, além de um desejo de ser mais como seus donos. Aos poucos, Andrew Martin vai se transformando em O Homem Bicentenário e acaba finalmente conquistando o que sempre quis ser: um humano.
  • <i>Mork & Mindy</i>
  • <i>Uma Babá Quase Perfeita</i>
  • <i>Gênio Indomável</i>
  • <i>Sociedade dos Poetas Mortos</i>
  • <i>Patch Adams - O Amor é Contagioso</i>
  • <i>Aladdin</i>
  • <i>Bom Dia, Vietnã</i>
  • <i>Jack</i>
  • <i>Jumanji</i>
  • <i>O Homem Bicentenário</i>

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que os príncipes William e Harry se reconciliarão em breve?

Obrigado! Seu voto foi enviado.