X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/09/2020 às 08:56 | Atualizada em 19/09/2020 às 09:40

Xuxa Meneghel cita respeito de Junno Andrade por história dela com Ayrton Senna: Linda história de amor

Em entrevista ao Estadão, apresentadora também falou sobre namoro com Pelé e impaciência com as crianças na época de programa infantil

Da Redação

Divulgação

Xuxa Meneghel está prestes a lançar o livro sobre sua trajetória. Na segunda-feira, dia 21, a autobiografia Memórias estará disponível para o público da apresentadora que quer saber em detalhes, na visão dela, o que aconteceu em diversos momentos de sua carreira e vida pessoal, como por exemplo, o namoro com o piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, que morreu em 1994. Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, a apresentadora adiantou que não planejava escrever sobre uma história que não é só dela e que não poderia afirmar que se tivesse mais tempo com o piloto, o romance poderia ter dado certo. Ela ainda cita o atual companheiro, o ator e músico Junno Andrade, com quem se relaciona há pouco mais de oito anos.

Não sei se teria dado certo, meu relacionamento com ele ficou baseado no SE: se eu tivesse falado, se tivesse aproveitado mais, se ele não tivesse ido embora cedo... SE não é bom pra ninguém, não é certo, saudável, nem mesmo verdadeiro. O que posso te dizer é que Deus me ama muito, pois tenho o Ju (Junno Andrade, seu marido), que respeita minha história com o Beco (apelido de família de Senna) e que me enche de música, poesia. Vivemos, hoje, uma linda história de amor, diz a apresentadora. 

Trechos do livro

O jornal Extra ainda adiantou, neste sábado, dia 19, alguns detalhes do livro que falam sobre Senna. Xuxa narra uma conexão espitirual com o piloto:

Se eu pensava muito nele, por exemplo, ele sentia e me procurava. Uma vez, apostei com uma figurinista que se eu pensasse nele, ele ligaria. Ah, duvido! Então faz isso. E já atende o telefone falando o nome dele, se tocar. O telefone tocou. E eu: Beco! Havia o fato de que eu tinha algumas premonições em relação a ele. Eu cheguei a acertar quando ele venceria corridas, quando iria ter problemas. Ele sempre me ligava para saber qual era a minha sensação, conta em outro trecho do capítulo.

No livro, Xuxa ainda teria contado que ficou um ano sem falar com o piloto após ver uma foto dele, todo apaixonado, ao lado de Adriane Galisteu. Foi só em abril de 1994, um mês antes dele morrer, que decidiu que precisaria encontrá-lo. No entanto, o dia marcado era exatamente a noite do domingo em que ele sofreu o acidente e morreu. A apesentadora explica que na noite anterior à tragédia, pressentiu que algo ruim iria acontecer.

Chegando ao sítio dela (a diretora Marlene Mattos), tinha uma fogueira. Me sentei em frente e fiquei olhando para o fogo, sentindo uma angústia, algo estranho. Pareciam minutos, mas alguém veio até mim e me chamou, meio que me tirando de um transe, e disse que eu já estava lá havia muito tempo.

Ao ser acordada com a notícia do acidente no circuito de Ímola, e, ao ver cena, Xuxa teria tido a certeza da morte do ex-namorado:

Cheguei à sala, todos os amigos mudos, olhando para a TV. Cheguei e tive a nítida sensação de tê-lo visto na porta. E falei: ele já foi embora.

Segundo o jornal, tempos depois, Xuxa soube que, na noite anterior ao acidente, Senna havia falado muito dela no jantar de aniversário de um amigo do piloto.

Pelé

Para o Estdão, Xuxa também explicou o namoro de seis anos com o Rei do futebol Pelé foi citado no livro para não ter que falar mais a respeito do assunto:

 Ele fez parte da minha história, mas não faz parte da minha vida. Claro que, se ele me ligar, falarei com ele, que seria o normal, mas não é uma pessoa do meu dia a dia, mesmo porque ele tem a vida dele, eu só fiz parte da sua história.

Relação com as crianças na TV

Já sobre a relação com a criançada na televisão, Xuxa explicou que o início não foi fácil, já que era tudo muito novo e não sabia onde estava se metendo, e por isso, é meme até hoje:

Eu ainda não tinha as Paquitas como ajudantes de palco. (na Manchete) Só depois de quase um ano fui ter. Nunca fui preparada para a televisão. Havia antes Balão Mágico, Sítio, Vila Sésamo... Mas ninguém para me espelhar nesse novo estilo. Fiz um formato que, depois, foi copiado. E, quando se copia, erra-se menos. Me aventurei, criei, inventei, dei minha cara a tapa, tive erros e acertos e todo mundo viu e acompanhou. Hoje, sou meme por isso, mas, na verdade, eu não tinha noção do que estava fazendo e onde estava me metendo.


Xuxa Meneghel surpreendeu ao raspar os cabelos em 2019, e foi bem certeira ao responder críticas de alguns seguidores na internet. Uma fã escreveu: Ficou horrível, coloca uma peruca, e a Rainha dos Baixinhos não deixou barato, e rebateu: Não quero ser igual a você não, obrigada. Já outra internauta disse: Tá feia, parece homem, e Xuxa rebateu: Vovó, na boa, me respeita pra eu te respeitar, tá?. Já quando questionada sobre porque tinha raspado a cabeça, ela respondeu: Ué, porque eu gosto, porque eu quis, porque o cabelo é meu... Bem direta, né?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual a sua opinião sobre as acusações de assédio contra Marcius Melhem?

Obrigado! Seu voto foi enviado.