X

NOTÍCIAS

Publicada em 01/10/2020 às 11:40 | Atualizada em 01/10/2020 às 11:44

Ex-segurança de Kris Jenner abre processo e acusa a empresária de assédio sexual

O ex-funcionário Mac McWilliams afirma ainda ter sofrido discriminação racial e de gênero e demissão injusta

Da Redação

Divulgação

Eita! Mais uma polêmica para a conta da família Kardashian-Jenner. A matriarca da família, Kris Jenner, está sendo acusada de assédio sexual pelo ex-segurança particular dela - algo que ela já negou. Segundo informações da People, esse ex-funcionário citou no processo assédio sexual, discriminação racial e de gênero e demissão injusta. A filha mais velha de Kris, Kourtney Kardashian, está no processo como ré. David Shield Security, a empresa do ex-funcionário, também está sendo processada.

Nos documentos, o ex-guarda-costas, que se identifica como um homem negro, chamado Mac McWilliams, afirma que Jenner embarcou em um padrão de conduta envolvendo contato físico não consensual com [McWilliams] de natureza inadequada e sexual. 

Marty Singer, advogado de Kris, negou essas acusações por meio de um comunicado:

Kris Jenner e Kourtney Kardashian negam veementemente as afirmações completamente falsas feitas pelo ex-segurança Marc McWilliams. Suas alegações absurdas são claramente fabricadas e contrárias a fatos facilmente confirmados. Kris nunca agiu de forma inadequada com ele. A empresa de segurança parou de designar McWilliams para trabalhar lá depois que o guarda foi repetidamente pego dormindo em seu carro no trabalho.

O comunicado continua:

Significativamente, McWilliams nunca fez qualquer reclamação ao seu empregador sobre Kris até arquitetar esta afirmação ridícula um ano depois. Embora Kourtney seja citada no processo, ela não é acusada de fazer nada impróprio, nem o fez. Quando Kris e Kourtney derrotarem este processo frívolo, elas pretendem processar McWilliams e seus advogados imediatamente com um processo malicioso.

McWilliams afirma que esses supostos comportamentos começaram a acontecer quando ele passou a trabalhar para mãe e filha em maio de 2017.

O ex-segurança ainda alega que a mãe de Kim Kardashian fez comentários sobre sua aparência física e perguntou sobre suas atividades sexuais:

Entre maio de 2017 e 12 de setembro de 2018, a ré Jenner começou repetidamente e com frequência fazendo com que seu corpo entrasse em contato físico íntimo com o corpo de [McWilliams] e fazendo comentários abertos de natureza sexual para [McWilliams] repetidamente, diz o documento. Além disso, ele teria sido humilhado na frente de seus colegas de trabalho com comentários sugestivos, sexuais, sexistas, racistas e discriminatórios.

Além disso, McWilliams tentou falar sobre esses comportamentos com o seu então chefe da David Shield Security e também com a área de Recursos Humanos, mas nada foi feito. Ele ainda teria dito para Kris que tal conduta imprópria era indesejável e pediu para ela  cessar e desistir de qualquer outra conduta imprópria. Porém, ela teria ignorado todos esses pedidos.

O ex-funcionário ainda cita que, após iniciar o processo, sua ex-empresa e as Kardashian iniciaram uma campanha de assédio, intimidação e mais tormentos.

Ele chegou a ser demitido oficialmente no dia 12 de setembro de 2018, mas já estava trabalhando com horários reduzidos e até mesmo havia sido suspenso e não poderia mais trabalhar com Kris Jenner, apesar de ainda ter feito mais alguns serviços para as Kardashian.

Complicado, hein?

Logo abaixo, relembre as polêmicas envolvendo Kris Jenner!


Kris Jenner também deu o que falar na internet por conta das declarações que já deu sobre a aparência de suas filhas! Em entrevista à Harper's Baazar Arabia, a empresária surpreendeu ao dizer que suas filhas promovem a autoaceitação corporal e o empoderamento feminino. - Eu acho que quando as garotas, Kourtney, Kimberly e Khloé, começaram a fazer o reality show, as pessoas reagiram a elas, porque elas ofereciam uma imagem de algo que era diferente. Isso deu autoestima a jovens mulheres. Elas começaram a se sentirem melhores consigo mesmas, porque elas puderam assumir seus corpo e não precisam ter um visual específico. No geral, acho que as Kardashians foram muito influentes em mudar o modo como as mulheres olham para si mesmas. Mudou a vida de muitas pessoas, porque elas finalmente se sentiram aceitas, o que foi realmente maravilhoso para nós, especialmente Kim, por ser parte desse movimento. Nas redes sociais, no entanto, a declaração repercutiu mal: Quê? Como elas deram autoconfiança para as mulheres jovens? Elas estão fazendo pessoas de 20 anos preencher lábios e aplicar injeções de Botox. Como isso ajuda autoestima? Claramente, se você precisa fazer cirurgias plásticas, você não está feliz com a aparência. Podemos agradecer às Kardashians por fazerem mulheres jovens procurar por preenchimentos e injeções, disse um internauta. Essas mulheres construíram impérios baseados nas inseguranças femininas - lábios maiores, corpos perfeitos, cinturas finas, chás laxantes, cintas, extensões..., disse outra.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual a sua opinião sobre as acusações de assédio contra Marcius Melhem?

Obrigado! Seu voto foi enviado.